Destaque

MEMÓRIA. Traumatismo craniano provocado por um acidente doméstico mata apresentador Gugu Liberato

Do portal Terra, com informações d’O Estado de São Paulo e foto de Reprodução

Morreu, nesta sexta-feira (22), o apresentador Gugu Liberato. Ele sofreu uma queda de cerca de quatro metros em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos, bateu a cabeça e foi hospitalizado às pressas com traumatismo craniano, mas não resistiu. Contratado da TV Record, Gugu era o responsável pela apresentação dos programas “Power Couple Brasil” e “Canta Comigo”.

Logo após o acidente, uma série de relatos informava que o estado do apresentador era muito grave. No entanto, a assessoria de imprensa minimizou o caso e chegou a informar que Gugu estava “em observação por 48 horas”.

En nota, a assessoria do apresentador informou que Gugu sofreu a queda acidentalmente, enquanto fazia reparos no ar condicionado do sótão. Encaminhado ao hospital Orlando Health Medical Center, ele permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), acompanhado pela equipe médica local.

Segundo o comunicado, os exames iniciais apontaram sangramento intracraniano e, durante a internação, foi constatada ausência de atividade cerebral. A morte encefálica foi confirmada pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro que viajou às pressas para os Estados Unidos, após pedido da família. Pela gravidade do quadro, não foi possível realizar qualquer procedimento cirúrgico.

A assessoria também afirmou que a família autorizou a doação de todos os órgãos, seguindo a vontade do apresentador. Gugu Liberato deixa três filhos: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 15 anos.

Relembre a carreira de Gugu Liberato

Antônio Augusto Moraes Liberato começou a carreira nos anos 80, como uma das apostas de Silvio Santos, dono do SBT. Após apresentar programas menores, conseguiu o primeiro grande sucesso com o “Viva a Noite”, em 1984. No entanto, foi nos anos 90, com o “Domingo Legal”, que o apresentador se tornou um dos grandes ícones da televisão brasileira.

Após quedas de audiência causadas pelo esgotamento do formato, Gugu finalmente deixou o SBT em 2009, assinando com a Record. Na emissora de Edir Macedo, apresentou o “Programa do Gugu” até 2013. A atração decepcionou na audiência e o apresentador chegou a deixar a empresa, mas retornou logo depois para trabalhar nas atrações “Power Couple Brasil” e “Canta Comigo”.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Lamentável.
    Há que se observar o comportamento da mídia. Alguns cantaram a pedra antes em São Paulo, a mãe nonagenária viajou às pressas, a esposa teve que ser atendida e dizem que andava de cadeira de rodas , o filho foi visto chorando convulsivamente, o pastor afirmou que estava na mão de Deus. Maioria dos midiáticos criticou os que se anteciparam e recomendavam ‘extrema cautela’. Coisa que quando é exigida pela situação não fazem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo