SALA DE DEBATE. Lixo reciclável, a embriaguez no trânsito, partidos políticos, as candidaturas avulsas...

SALA DE DEBATE. Lixo reciclável, a embriaguez no trânsito, partidos políticos, as candidaturas avulsas…

SALA DE DEBATE. Lixo reciclável, a embriaguez no trânsito, partidos políticos, as candidaturas avulsas... - sala-5

Editor (E), mediador Bisogno e convidados: Ricardo Jobim, Marcelo Arigony, Antonio Carlos Lemos e Péricles Costa (foto Gabriel C. Prado)

Pelo menos dois temas de ontem, inclusive por sua importância e a polêmica que provocam, acabaram por retornar à pauta do “Sala de Debate” de hoje, entre meio dia e 1 e meia da tarde, na Rádio Antena 1. Com a mediação (e a sugestão) de Roberto Bisogno, a questão o lixo seletivo em Santa Maria voltou à baila, da mesma forma que a possibilidade (ou não) de candidaturas avulsas a cargos eletivos.

O assunto, que se diga, bastante controverso, a receber bastante atenção deste editor e, sobretudo, dos convidados do dia, Ricardo Jobim, Marcelo Arigony, Antonio Carlos Lemos e Péricles Lamartine Palma da Costa, foi a importância dos partidos politicos.

Ah, outro tema que vai e volta e igualmente mereceu a atenção dos participantes e dos ouvintes foi a “Balada Segura” em Santa Maria. Ou, mais especificamente, a embriaguez sempre flagrada num número significativo de motoristas. Curiosidade: a situação permitiu a Arigony explicar, com didatismo, como funciona a cobrança de fiança dos que são detidos na operação.

PARA OUVIR O “SALA” DE HOJE, BLOCO POR BLOCO, CLIQUE NOS LINQUES ABAIXO!!!

 



2 comentários

  1. O Brando

    Noutro dia, zapeando, parei na TV Campus. Entrevista com Natália Pietzsch. Engenhaira ambiental. Mestre em engenharia de produção. Ambos pela UFRGS. Montou empresa de gestão de resíduos. Deve ter uns 30 anos. Em alguns lugares funciona.
    Problema estrutural geralmente se corrige com o colapso. Janela de traição, movimentos infiltrados em partidos diferentes, etc. Os sinais já estão ai.
    ‘Majoritário’, famoso ‘distritão’. Não, voto distrital. Ou vão inventar outra jabuticaba para descobrir que não funciona depois? Por que voto distrital? Para o parlamentar ser cobrado. Do jeito que está cidadão se elege com votos de todo o estado, não tem que prestar contas a ninguém. Parecido com um secretario de obras que apareceu por aqui, dizia que a obra lá perto de POA estava pronta (não estava) e depois ia para lá e dizia que a duplicação da faixa velha estava pronta (também não). Com um deputado vinculado a cidade não tem ‘escorrega’, tem que mostrar resultados. Ou cair fora.
    Pode falar o que quiser, semana que vem mais gente vai ser pega na balada segura. ‘Conscientização’ é um mito inventado pelos jornalistas.
    Parado no transito. Ou a policia civil teve alguma ocorrência importante agora de tarde e uma viatura descaracterizada saiu com sirene ligada e luzes piscando, ou tem paisano bancando o policial civil para barbarizar no transito.

  2. O Brando

    Questão da banda. Mostra o naipe de prováveis candidatos a prefeitura do PP. Não tem grana para tapar todos os buracos das ruas, por que teria para uma banda? Completa falta de noção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *