EducaçãoEstadoTrabalho

TRABALHO. Núcleo do CPERS promove risoto para auxiliar os educadores grevistas com salário cortado

Greve dos educadores estaduais durou 58 dias. No registro, a passeata luminosa realizada durante a paralisação em Santa Maria

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto), da Assessoria de Imprensa do 2º Núcleo do CPERS

Cinco anos de salários congelados e parcelados, sofrimento psíquico, contas no vermelho, sem dinheiro para ir trabalhar e escolhendo entre comer e pagar as contas. Esta é a realidade dos educadores estaduais do Rio Grande do Sul.

Frente à delicada situação, o 2º Núcleo do CPERS/Sindicato promove um Risoto Beneficente a fim de ajudar os educadores que tiveram descontos em seus salários referentes à greve contra o pacote do governador Eduardo Leite (PSDB) que altera planos de carreira.

O risoto será servido no dia 15 de março, das 11h às 14h, na Sede do 2º Núcleo (Rua Barão do Triunfo, 760, em Santa Maria). O valor da concha é R$ 8,00.

Os interessados precisam fazer reserva pelos telefones (55) 3221-7262 ou (55) 3027-6629 e retirar ficha na sede da entidade. No dia 15, é necessário levar recipiente para o almoço.

A greve

Os educadores gaúchos permaneceram em greve durante 58 dias (entre 18 de novembro e 14 de janeiro) por salário em dia e a retirada dos projetos de destruição dos serviços públicos.

A força da greve e a pressão sobre a base aliada de Leite levou ao adiamento da votação da maior parte do pacote. Mesmo o PLC 503, único aprovado em dezembro, sofreu sensíveis alterações em plenário.

Não esqueça!

O quê: Risoto Beneficente
Quando: 15 de março, das 11h às 14h
Onde: Sede do 2º Núcleo (Rua Barão do Triunfo, 760, em Santa Maria)
Valor: R$ 8,00 (a concha)
Reservas e informações: (55) 3221-7262 ou (55) 3027-6629

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo