Destaque

COVID-19. Pozzobom diz que o vice Cechin agiu de forma oportunista ao propor o “tratamento precoce”

Pozzobom aceitou oferta de 50 mil doses de cloroquina do Ministério da Defesa. Elas irão para a 4ª Coordenadoria Regional de Saúde

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Reprodução), da Equipe do Site

O prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) realizou uma live, no Facebook, no qual afirmou que o Executivo não realizará distribuição massiva de hidroxocloroquina. A transmissão ao vivo ocorreu na noite desta quinta-feira (30), após imensa repercussão sobre o pedido do vice-prefeito Sergio Cechin (PP) e da bancada de vereadores do PP que solicitam a aquisição de medicamentos sem comprovação científica para “tratamento precoce” da covid-19.

Pozzobom disse que muitos prefeitos estão atuando de maneira irresponsável por distribuir hidroxocloroquina sem prescrição médica.

“Eu sou prefeito, mas sou advogado e não sou médico. Portanto, nada pode ser feito sem orientação médica”, frisou.

O tucano não citou o nome de Cechin, mas de forma indireta condenou a atitude dos progressistas.

Na quarta (29), o vice-prefeito e os vereadores do PP protocolaram na Prefeitura um pedido para que Pozzobom utilize parte da verba destinada ao tratamento da covid-19 para aquisição de hidroxicloroquina, azitromicina e zinco e, profilático, como ivermectina a fim de promover “tratamento precoce” da covid-19. Os progressistas também desejam que a medicação seja colocada à disposição da comunidade via Sistema Único de Saúde (SUS), sob prescrição médica e interesse do paciente (AQUI).

“Tem uma coisa que se agravou nesse momento bem delicado em relação a cloroquina e aqui em Santa Maria. Foi o uso vergonhoso, irresponsável, inadmissível e inaceitável de um oportunismo político. Eu não vou entrar nesse jogo. O jogo nosso é salvar vidas, esse jogo eu estou dentro. Esse jogo de oportunismo político eleitoral eu estou fora, não contem comigo”, disse Pozzobom.

O prefeito ainda explicou que o Ministério da Defesa ofertou 50 mil doses de cloroquina para Santa Maria. O Executivo aceitou e repassará o medicamento para a 4ª Coordenadoria Regional da Saúde, a qual será responsável pela distribuição aos 32 municípios da região. O remédio chegará aos pacientes apenas via prescrição médica.

Confira a live na íntegra:

https://www.facebook.com/watch/?v=288222745931632

 

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

6 Comentários

  1. Tenho que concordar com o prefeito , a irresponsabilidade do Sr Você Prefeito e dos demais que assinaram demonstra claramente que a questão não é acreditar na eficácia ou não do uso da Cloroquina como profilático e sim no voto daqueles que acreditam. Vergonhoso

  2. A questão é que até ontem eram “grandes amigos e parceiros”, perto das eleições um ataca o outo…é a nossa política….

  3. Concordo plenamente que a pessoa que quer tentar a sorte com medicações sem comprovação de eficácia tem direito de fazer isso, estando bem acompanhada por um médico (que já alertou sobre os possíveis riscos). Mas vê se faz isso com o próprio dinheiro, não com o meu. Prefeitura não tem nada que gastar dinheiro dos pagadores de impostos com engodo.

    O mais triste dessa história é ver dois médicos-políticos, que um dia eu já admirei, embarcando junto nessa canoa furada. Como é brabo não esperar nada da política e ainda assim conseguir colecionar grandes decepções…

  4. A principio não votarei este ano. Porém, depois do apetite tributário de Dudu Milk (que segue o de Marchezan), não voto mais em Tucanos.
    ‘Tratamento precoce’ é cortina de fumaça, assunto que tem data marcada para acabar, surgimento da vacina. Não tem a ver com problemas perenes da aldeia.
    Quanto ao ‘oportunismo’, não fiz as regras, faz parte do jogo. Começo da pandemia, todo mundo encerrado e Cladistone o que fazia? Passeava pelo centro, tirava foto descarregando suprimentos, etc. Ou seja, fazia campanha com todos os adversários trancados dentro de casa. Não é oportunismo? Aulete Digital, famoso amansa burro, ‘Pol. Prática política que consiste em acomodar-se às circunstâncias para delas tirar proveito.’

    1. Mais oportunista que o tucano Po Sou Bom não existe, baita marqueteiro, usa as pessoas para se promover, eu então não voto neste cara nem sob tortura . Só foi prefeito graças ao cechin ….na verdade é tambem um baita MAL agradecido, falei tudo ….agora me processa…como disse ali em cima …vai ver a furia das urnas agora em novembro e depois quando se candidatares a qualquer coisa…acabou a dinastia dos pozzobom e ponto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo