Meio AmbientePrefeitura

AMBIENTE. Prefeitura recolhe 82 toneladas de bens inservíveis em quatro dias de ação no Bairro Itararé

Programa Descarte Legal esteve no bairro da zona norte entre a terça-feira, dia 18, e a sexta, 21: conscientização e inservíveis recolhidos

Por JOÃO PEDRO LAMAS (com foto de Divulgação), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A última edição do programa Descarte Legal, da Prefeitura de Santa Maria, ocorreu durante toda a semana passada e recolheu mais de 82 toneladas de bens inservíveis. De terça-feira (18) até sexta (21), um caminhão passou em frente às residências dos moradores do Bairro Itararé para fazer o recolhimento de eletroeletrônicos e de bens inservíveis móveis.

Os bens inservíveis foram recolhidos pela Sustentare Saneamento, empresa contratada pela Prefeitura (sofás, camas, cadeiras, mesas, colchões, guarda-roupas e outros). Já vidros, componentes eletrônicos (computadores, celulares, impressoras, televisores, por exemplo) e equipamentos da linha branca (como geladeiras e fogões) tiveram destino adequado por meio da reciclagem via Maringá Metais. Além disso, houve limpeza de vias públicas e poda de árvores.

“Nossos servidores também trabalharam para sensibilizar a comunidade quanto à relevância da destinação correta de resíduos e bens inservíveis. O Bairro Itararé foi escolhido por se tratar de área ambientalmente relevante, na área de Amortecimento do Parque Natural Municipal dos Morros, e apresentar parte de sua área na bacia de captação da barragem do Vacacaí-Mirim, mais conhecida como DNOS”, explicou o secretário Guilherme Rocha, titular da Secretaria de Meio Ambiente.

Nova edição do Descarte Legal está prevista para os próximos meses. Informações serão divulgadas quando houver definição do local e como ela vai funcionar.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo