ARTIGO. Jorge Pozzobom, enfrentamento à Covid e uma informação a ser realçada: o número de curados

ARTIGO. Jorge Pozzobom, enfrentamento à Covid e uma informação a ser realçada: o número de curados

ARTIGO. Jorge Pozzobom, enfrentamento à Covid e uma informação a ser realçada: o número de curados - 4ec45eb0-pozzobom-artigoEstamos no caminho certo para combater a pandemia

Por JORGE POZZOBOM (*)

O jargão popular que diz que “em time que está ganhando, não se mexe” norteou a decisão tomada pela Associação dos Municípios da Região Centro (AM-Centro) em relação à manutenção do modelo de Distanciamento Controlado proposto pelo Governo do Estado nas 32 cidades que integram a nossa Região Central. Obviamente, fiz essa analogia para simplificar a explicação, visto que a luta que travamos há quase cinco meses é séria e árdua, de modo que não apresenta vencedores, pois ainda temos um longo caminho pela frente quando o assunto é a pandemia de Covid-19. Nem podemos esquecer que, em Santa Maria, já foram perdidas 26 vidas para a doença. E, com base nesse registro, reforço: não há vencedores.

No entanto, analisando por outro ângulo, o do contexto estadual – e até mesmo nacional -, a situação em que Santa Maria e região se encontram nos dá alento para afirmar que, sim, estamos no caminho certo em relação ao combate a esse vírus perigoso e invisível a olho nu. Tomando como base os números do Boletim Epidemiológico de Santa Maria, até o começo desta semana, tínhamos 1.277 casos confirmados de Covid-19 na cidade, mas, o número para o qual quero chamar a atenção é outro: o de curados. Até a tarde desta segunda-feira (3), já havia 865 pessoas curadas da Covid-19, num percentual de 68%. Esse número, sim, merece comemoração, pois é um percentual significativo de pessoas que venceram a doença.

Outro registro que merece destaque é a ampliação da testagem no Município, por meio de parcerias entre instituições públicas e privadas, ação esta que possibilita que sejam realizados diagnósticos precoces nos casos considerados suspeitos. Com diagnóstico precoce, evita-se que casos leves evoluam para moderados ou graves, o que tem impacto direto no número de internações hospitalares para o tratamento da Covid-19.

Esses dados todos estão inseridos num contexto estadual e nos permitem avaliar e afirmar que o modelo de Distanciamento Controlado, do Governo do Estado, está surtindo efeito no combate à pandemia. A questão econômica, de abertura de estabelecimentos comerciais e de retomada de outras atividades, vem sendo levada em consideração constantemente, porém, esse equilíbrio precisa estar atrelado, sempre, à questão de segurança sanitária. Ou seja, a preservação da saúde e, consequentemente, da vida, deve estar acima de tudo. E é exatamente o que vem sendo colocado em prática pelo governador Eduardo Leite e sua equipe.

Por conta de tudo isso, em reunião virtual na manhã da última sexta-feira (31), entre os prefeitos que integram a AM-Centro – e da qual eu participei -, foi tomada a decisão, por unanimidade, de a Região Central, composta por 32 municípios, continuar seguindo o modelo proposto pelo Governo do Estado. A alternativa seria cada região formular o seu próprio modelo, desde que a decisão fosse unânime entre os prefeitos. Porém, o nosso entendimento enquanto chefes do Executivo foi, justamente, de que o modelo em vigência é acertado, indicando que as medidas de prevenção e combate à Covid-19 adotadas até agora têm trazido resultados positivos. Avaliamos que o Estado tem todo o amparo técnico-científico para orientar os Municípios.

Nossa região nunca saiu da bandeira laranja, e isso nos dá a convicção de que estamos no caminho certo. Seguimos trabalhando para melhorar os números e, quem sabe, futuramente, até ingressar na classificação de bandeira amarela. Mas, para isso, precisamos de ações conjuntas entre o Poder Público e os cidadãos. Se cada santa-mariense fizer a sua parte, adotando as medidas de higiene, evitando aglomeração e usando a máscara de proteção, por exemplo, uniremos esforços para sairmos, o quanto antes, desta pandemia. E, ao fim e ao cabo de tudo, se não houver vitoriosos, que, ao menos, possamos sair fortalecidos desse processo todo.

(*) Jorge Pozzobom é o Prefeito Municipal de Santa Maria. Sua trajetória como agente político começou com dois mandatos de vereador, tendo depois se alçado, pelo voto popular, à Assembleia Legislativa. Em meio ao segundo período, em 2016, foi eleito para conduzir o Executivo santa-mariense. Ele escreve no site às terças-feiras.

O editor, sobre a foto:  Jorge Pozzobom em reunião virtual com outros prefeitos que integram a AM-Centro, na última sexta-feira, 31. A foto é da Prefeitura Municipal/Divulgação.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *