BASTIDORES. Confira o que ocorreu durante e após a sessão que definiu multa para quem não usar máscara

BASTIDORES. Confira o que ocorreu durante e após a sessão que definiu multa para quem não usar máscara

BASTIDORES. Confira o que ocorreu durante e após a sessão que definiu multa para quem não usar máscara - bcebc933-bastidores-a

Projeto que determina multa para que não utilizar máscaras foi aprovado por 10 votos a 8. E provocou intensa discussão no Legislativo

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Allysson Marafiga/AICV), da Equipe do Site

O projeto de lei que estabelece multa para que não utilizar máscaras em vias públicas e em locais privados de uso coletivo, em Santa Maria, dividiu opiniões e gerou infinitas discussões nas redes sociais. Mas foi no Plenário do Legislativo, onde o projeto foi aprovado por 10 votos a 8, que ocorreram cenas inesperadas.

Do lado de fora da Casa houve protesto pela rejeição da proposta, que prosseguiu com o acompanhamento da sessão nas galerias. O tema espinhoso provocou inúmeros discursos dos parlamentares, que se revezaram na tribuna para explicar seu ponto de vista e, muitas vezes, ao som de vaias do público.

Sessão comentada

A pré-candidata a vereadora Roberta Pereira Leitão (PP) realizou uma das mais longas lives já feitas no Plenário da Câmara. Durante 2h37min54s ininterruptas ela transmitiu e comentou de forma simultânea os discursos de cada parlamentar.

 

Contra, mas…

O presidente da Câmara Adelar Vargas – Bolinha (MDB) e o vereador Alexandre Vargas (Republicanos) publicaram emendas que alteram o projeto de lei. Porém, contrariando todas as expectativas, votaram contra a proposta.

Mas por que propor emendas a um projeto que você é contra a aprovação? Segundo Alexandre, seu objetivo foi tentar amenizar a proposta.

Sincero

Daniel Diniz (PT) foi sincero ao comentar o discurso de João Ricardo Vargas (PP): “Eu confesso e reafirmo que não entendi nada da sua fala aqui, mas vou tentar refletir até o final”.

Em resumo, Vargas disse que o uso da máscara tem que existir maciçamente, mas que não deve ser imposto. Também questionou como será feita a abordagem e fez apologia ao uso da cloroquina.

Psicológico alterado

O vice-líder do governo, Juliano Soares – Juba (PSDB), votou contra o projeto do Executivo. Em um trecho do seu discurso ele disse que a sociedade santa-mariense está com o psicológico alterado.

Vergonha

“Eu vou perder a cabeça pelo momento de dificuldade? É uma vergonha”. Esta foi a resposta do líder do governo na Casa, João Chaves (PSDB), ao discurso do vereador Juba.

Bolsonaro raiz

Ao ser vaiado durante o seu discurso, Manoel Badke – Maneco (DEM) disparou contra os progressistas que estavam nas galerias, que segundo ele estavam tentando tirar proveito político da situação.

“Tem uns aqui na galeria que foram Ana Amélia Lemos no primeiro turno e estão descontentes porque o Democratas do Rio Grande do Sul foi Bolsonaro no primeiro e no segundo turno, e continua sendo Bolsonaro”, disse Maneco referindo-se ao pleito de 2018.

Lacrou

Quem colocou todas as cartas na mesa foi Jorge Trindade – Jorjão (PDT). Sem papas na língua ele insinuou que o voto dos vereadores Francisco Harrisson (MDB) e Vanderlei Araujo (PP) seriam direcionados por interesses políticos. Ainda disse que há dois grupos: o do vice-prefeito Sergio Cechin (PP) e o do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB).

“Claro que tem (interesses políticos na votação do projeto), quem é burro de pensar o contrário? Tem sim senhor”, disse Jorjão.

Ao ouvir isso, Harrisson correu para o microfone de aparte e disse que Jorjão estava se desviando do tema. Daniel Diniz saiu em defesa do pedetista e afirmou que não cabe ao emedebista conduzir a sessão. O presidente, Adelar Vargas, não interveio no discurso de Jorjão.

Não gostou

O pré-candidato a vereador Paulo Ricardo Pedroso (PSB) publicou uma arte criticando os vereadores que votaram a favor do projeto. Só não precisava ter duplicado o verbo de ligação…

BASTIDORES. Confira o que ocorreu durante e após a sessão que definiu multa para quem não usar máscara - 57834c33-observatório-bFake news

Rogério Rosado, assessor do vereador Valdir Oliveira (PT), publicou a imagem abaixo alegando que os parlamentares que votaram contra o projeto são contrários ao uso de máscara. Não é verdade. Os oito parlamentares são contra a multa e não ao uso do acessório.

BASTIDORES. Confira o que ocorreu durante e após a sessão que definiu multa para quem não usar máscara - 0820b598-bastidores-cJuro Zero e farmacêuticos

Por unanimidade, os vereadores também aprovaram nesta quinta o projeto que institui o Programa Juro Zero Santa Maria e a proposta que autoriza a contratação excepcional de dois farmacêuticos.



2 comentários

  1. Garibaldi

    E o oportunismo dessa Roberta Leitão? Gritava pelo Pozzobom em todos os cantos e agora, na véspera da eleição, descobriu que é contra?

    E esse Vargas? Nem ele mesmo entende o que diz…

    Para Bolinha e Alexandre Vargas: o medo não é como a coragem…

    Juba, o governo de vocês nasceu com o “psicológico alterado”…

    E o PTB do Ovídio não tinha virado (voltado? revirado?) governo?

  2. Felipe Tavares

    Ficou muito claro quem votou por apoio ao Pozzobom, como o Maneco; e quem votou por apoio ao Cechin, a bancada PePista e do MDB, vice da chapa do Cechin em 2020. Mais da metade do plenario votou por interesse político.

    E no meio os petistas e o seu Vice, Marion, que só estao de olho no dinheirinho das multas mesmo, afinal, ninguém é mais capitalista que os ditos socialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *