EconomiaPrefeituraSaúde

CIDADE. Prefeitura faz 297 vistorias na semana, em operações anticovid. Reduz-se o número de denúncias

Por JOÃO PEDRO LAMAS (texto) e CAMILLO LICINIO (arte), da Assessoria da Prefeitura

Os servidores da Prefeitura de Santa Maria seguem empenhados em garantir a segurança da população em meio à pandemia de Covid-19. Na última semana, os servidores realizaram 297 vistorias, sendo que houve 21 notificações e seis autos de infração emitidos contra pessoas físicas e jurídicas. Além disso, três locais foram fechados.

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) tem registrado queda no número de denúncias as últimas semanas. Nesta, foram 276. Na passada, 402. É uma diferença de 126 denúncias, ou 32%.

“Conforme observado na semana anterior, os finais de semana tem concentrado a maior busca da população por intervenções da fiscalização, visto que há aumento no fluxo de pessoas, seja em atividades sociais noturnas, como idas a restaurantes, a distribuidoras de bebidas e bares ou parques, bem como outros espaços que permitam a realização de atividades físicas, na modalidade individual ou em grupo”, explica o superintendente da Guarda Municipal, Sandro Nunes.

A Fiscalização Municipal Integrada segue enfrentando problemas com a população que se aglomera em vias públicas. Foram fiscalizados 48 casos no total (de aglomerações, e de consumo de bebida alcoólica em vias públicas), além de terem ocorrido 20 vistorias em distribuidoras de bebidas. Essas ações resultaram em três notificações contra pessoas aglomeradas, nove contra pessoas consumindo bebida alcoólica em via pública e um auto de infração contra uma distribuidora de bebidas.

“Tem-se intensificado denúncias referentes a aglomerações de populares em via pública para consumo de bebidas alcoólicas, sendo responsáveis pelo maior índice de notificações por parte dos agentes de fiscalização”, constata Nunes.

Ele conta que, próximo dos finais de semana, tem sido estruturadas intervenções com serviços integrados para atender de forma mais eficiente às demandas.

O cenário da pandemia em Santa Maria

Até quinta-feira (27), foram notificados, no Município, 2.190 casos confirmados de Covid-19. Trinta e sete pessoas morreram em decorrência da doença. Há 2.925 casos suspeitos, com 3.472 descartados e 1.700 curados.

Para denunciar

Denúncias de descumprimento das medidas podem ser feitas à Guarda Municipal pelos números 153, (55) 99217-8122, 99167-4728 e 99167-8452 (os celulares, somente via WhatsApp). A Superintendência da Guarda Municipal enfatiza que esses números são exclusivos para o registro de denúncias.

Ações da Fiscalização Municipal Integrada

Entre 21 até 27 de agosto

Denúncias recebidas – 276

Denúncias de casos de aglomeração de pessoas recebidas – 184

Vistorias realizadas – 297

Notificações emitidas –21

Autos de infração emitidos – 6

Fechamentos realizados – 3

Entre 14 e 20 de agosto

Denúncias recebidas – 402

Denúncias de casos de aglomeração recebidas – 224

Vistorias realizadas – 306

Notificações emitidas – 25

Autos de infração emitidos – 8

Alvos das vistorias

Academias – 10

Açougues – 4

Aglomerações de pessoas – 38

Agropecuárias – 5

Ambulantes – 37

Bancos – 2

Bares – 38

Barbearia – 1

Canchas de bocha – 7

Casa de festas – 1

Casas noturnas – 5

Centro Tradicionalista Gaúcho – 1

Clínica médica – 1

Consumo de bebida alcoólica em via pública – 10

Correios – 1

Cursinho preparatório – 1

Distribuidoras de bebidas – 20

Escolas – 2

Farmácias – 6

Ferragem – 1

Fruteira – 1

Lancherias – 20

Lojas – 65

Lotérica – 1

Mercados – 27

Oficina – 1

Padarias – 8

Postos de combustíveis – 6

Restaurantes – 27

Salões de beleza – 6

Serviços de saúde – 3

Shopping – 1

Sorveteria – 1

Templos religiosos – 6

Notificações emitidas

Bares – 2 (aglomerações de pessoas)

Canchas de bocha – 2 (responsabilidade por aglomerar pessoas)

Lancheria – 1 (descumprimento do horário de funcionamento)

Pessoas aglomeradas em vias públicas – 3

Pessoas consumindo bebida alcoólica em vias públicas – 9

Restaurantes – 2 (descumprimento do horário de funcionamento)

Templos religiosos – 2 (aglomerações de pessoas)

Autos de infração emitidos

Canchas de bocha – 2 (sem alvará)

Distribuidoras de bebidas – 1 (descumprimento do horário de funcionamento)

Lancherias – 2 (fechamento por não ter licença e descumprimento da suspensão do direito de funcionar)

Restaurante – 1 (sem licença sanitária)

Fechamentos realizados

Casa noturna – 1 (fechamento por não ter alvará)

Distribuidora de bebidas 1 – (fechamento por não ter alvará)

Lancheria – 1 (fechamento por não ter licença)

PARA LER A ÍNTEGRA,  NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo