Destaque

CONSUMIDOR. Entidades do comércio realizam o ‘Super Feirão Zero Dívida’. Entenda como funciona

Ideia é oferecer ao consumidor chance quitar débitos em condições especiais

Por Guilherme Bicca / Assessoria de Imprensa da CDL Santa Maria / Imagem CDL Porto Alegre

A CDL Santa Maria, em parceria com a CDL Porto Alegre e SCPC Boa Vista, traz, novamente, o Feirão Zero Dívida, que este ano será essencialmente virtual, e acontece de 9 a 14 de novembro.

O Feirão foi criado para criar a oportunidade de clientes negativados negociarem seus débitos,  chegando ao fim do ano livre de dívidas. Por outro lado, visa dar um fôlego de liquidez às empresas que tem os últimos meses do ano como aqueles com mais encargos financeiros.

Em Santa Maria, além de lojas do comércio, instituições financeiras e de ensino também participarão do Feirão Zero Dívida.

Como vai funcionar?

O cliente que possui alguma dívida deve acessar o site do Super Feirão Zero Dívida

(www.superfeiraozerodivida.com.br)  e iniciar uma conversa com um atendente virtual. Assim, ele poderá consultar se seu CPF consta no banco de dados do SCPC Boa Vista e verificar se há débitos junto às empresas participantes da campanha. Todas as empresas cadastradas terão condições especiais e vantagens para pagamento da dívida.

O que é necessário?

Para renegociar uma dívida, basta acessar o site com CPF em mãos e logo em seguida entrar em contato com a empresa credora seguindo as instruções do atendente.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo