DestaqueEleições 2020

ELEIÇÕES 2020. Somente dois vereadores de SM aumentaram votação em comparação com 2016

Maior crescimento de votos foi anotado pela advogada Marina Callegaro (PT)

Por Maiquel Rosauro

Adelar Vargas – Bolinha (MDB), atual presidente da Câmara de Vereadores, e Alexandre Vargas (Republicanos), são os únicos dois parlamentares que aumentaram a votação, no domingo (15), em comparação ao pleito de 2016. Todos os demais desidrataram nas urnas.

O emedebista recebeu 2.659 votos nesta eleição, crescimento de 7,96% em relação aos 2.463 votos de 2016. Já o republicano, campeão de votos entre os eleitos, apresentou aumento de 5,25%.

Entre os candidatos que concorreram em 2016 e retornaram ao pleito este ano, quem apresentou o maior ganho de votos foi a advogada Marina Callegaro (PT). Ela havia feito 496 votos contra 1.602 este ano. Ou seja, a petista mais que triplicou sua base eleitoral.

A maior perda percentual de eleitores foi registrada por Vanderlei Araujo (PP). Os 2.518 votos de 2016 reduziram-se a 621, queda de -75,34%. Ou seja, foram 1.897 votos a menos. Ele não se reelegeu.

Contudo, foi Luci Duartes – Tia da Moto (PDT) quem perdeu a maior quantidade de eleitores. No total, foram 1.937 votos a menos do que há quatro anos. Mesmo assim, ela conseguiu garantir a única vaga pedetista na Casa.

Para chegar a estes dados, o Site fez um levantamento com 30 candidatos mais bem colocados nos pleitos de 2016 e 2020. Entre eles, apenas seis tiveram mais votos este ano: Marina e os dois Vargas reeleitos; e três que não se elegeram: Paulo Schuster (PSDB), aumento de 46,98%; Zaluar Soares (PP), 36,98% (faltaram apenas três votos para se eleger); e Thomaz de Almeida (SD), 15,27%.

Confira mais detalhes no infográfico:

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. ‘Estatística’ furada, ponto fora da curva. Aumento da abstenção mascara a realidade. Vale inclusive para ‘a mais votada’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo