DestaqueEleições 2020

ELEIÇÕES 2020. Houve candidato que não levou assim tão na esportiva a derrota colhida nas urnas

Choro, acusação de traição e previsão de futuro sombrio estão entre as reações

Por Maiquel Rosauro

A grande maioria dos candidatos ao Legislativo de Santa Maria, que não se elegeram, postou mensagens de agradecimento pelos votos conquistados e, mesmo derrotados nas urnas, aparentaram reconhecer o resultado. Mas nem todos agiram desta forma.

É o caso, por exemplo, da ex-candidata a deputada federal pelo PSL, Tatiane Marques, que há dois anos fez 5.138 votos, 2.835 deles em Santa Maria. No domingo (15), ela concorreu pelo PL e fez 329 votos.

Em seu perfil no Facebook, ela reagiu publicando um desenho da Mulher Maravilha às lágrimas.

“Há coisas que melhor se dizem calando. As feridas do coração, como as do corpo, deixam cicatrizes”, escreveu.

O vereador Daniel Diniz (PT) agradeceu os 1.101 votos, mas disse que agora a “sociedade vai conhecer quem é quem”. Em sua publicação, ele disse que foi traído por colegas de partidos.

“Nessa caminhada aprendemos muito, e também senti o sabor de ter sido traído politicamente por lideranças políticas do meu partido que sempre defendi em todos os momentos dando a cara por eles durante anos e anos sendo um soldado, um verdadeiro “escudo”, para todas as horas e missões”, postou Diniz.

Postura semelhante tomou o vereador suplente João Kaus (PSDB). Ele agradeceu os 688 votos que recebeu e deixou um recado no ar que aparenta ter sido endereçado para os seus vizinhos.

“Para os que não votaram, o futuro lhes dará a resposta de suas escolhas, povo sem líder é povo abandonado, como existe em outras regiões da cidade”, publicou Kaus.

Confira a votação de todos os concorrentes ao Legislativo de Santa Maria (AQUI).

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Primeiro caso é questão de mudança de conjuntura. Necessário mudar atitude e discurso.
    PT colheu frutos do que plantou, dois pés de eucalipto. Tinha 4 vagas, substituiu Guerra por Helen na proporcional e não rolou. Noticia boa? Blattes se elegeu no domingo, teve candidatura à prefeitura lançada na segunda e a campanha começou na terça. Sim, no programa aquele. Sim, pelo ancora aquele. Sim, de ‘neutro’ não tem nada.
    Kaos acha que é líder? Então tá. Kuakuakuakua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo