DestaqueEleições 2020

VÍDEO NOTA. Cechin e Pozzobom, se quiserem de fato vencer, terão de buscar votos na Esquerda. Hein?

Situação inédita: PT fora da final. Mas seus votos (e do PDT) serão decisivos

Situação bastante diferente dos últimos pleitos, o PT está fora da disputa final. Mas a quantidade de votos que amealhou torna fundamental seu eleitorado para quem quiser estar no gabinete principal do Centro Administrativo nos próximos quatro anos.

É sobre isso (e também sobre o restante da Esquerda) o comentário em vídeo que você confere a seguir:

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. PT/PSOL: voto ideológico, tendem a seguir orientações. Provável fonte de abstenções. PDT: vai depender de muitos fatores, dentre eles a história pregressa dos dois candidatos. Demais partidos: carguinhos/cabides.
    Próximo presidente é o Doria, talvez com Hulk/Moro, a dupla de escoteiros, como cortina de fumaça. Dupla ameaça global, uma já capa de Veja. Sistema quer voltar a ‘normalidade’, com cabides disponíveis e malas de dinheiro rolando por fora.
    Próximo prefeito não vai acabar com preconceito, vai ter que brigar é com buraco na rua, falta de grana, etc. Não, governo federal, ao menos por agora, não vai romper o teto de gastos, imprimir dinheiro, dar mais ajuda.
    Resumo da opera: querem usar o bolsonarismo como pretexto para reeleger Cladistone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo