DestaqueSanta Maria

CIDADE. Fiscalização Municipal Integrada realizou mais de 170 vistorias em sete dias, em Santa Maria

Foram emitidos 10 autos de infração, 4 notificações e um termo de interdição

“O que continua impressionando é o descaso da população jovem com a saúde pública”, afirma o superintendente da Vigilância em Saúde, Alexandre Streb. Foto João Alves / Prefeitura / Arquivo

Por Diniana Rubin / Prefeitura de Santa Maria

Para assegurar o cumprimento de Decretos Municipais e conter o aumento de casos de Covid-19 em Santa Maria, a Fiscalização Municipal Integrada realizou 176 vistorias de 15 a 21 de janeiro. Durante a semana, o Centro Integrado de Segurança Pública (Ciosp) recebeu 255 denúncias de casos de aglomeração de pessoas e 348 denúncias de outros tipos.

A força-tarefa emitiu quatro notificações, 10 autos de infração e um termo de interdição. Os autos de infração foram emitidos contra os seguintes estabelecimentos, nas seguintes situações: cinco lanches rápido, por descumprir o horário de funcionamento; um bar e uma lancheria, pois, no momento da fiscalização, havia 4 pessoas por mesa; um Centro de Tradições Gaúchas, por realizar rodeio contrariando as normas sanitárias; um bar com pessoas dançando sem máscara e o não distanciamento entre os clientes; e uma farmácia, que também recebeu termo de interdição
da sala de serviços farmacêuticos, pois a funcionária que realizava testes de Covid-19 não é farmacêutica.

Conforme o superintendente da Vigilância em Saúde, Alexandre Streb, no final de semana anterior, a Fiscalização Municipal Integrada atuou em duas frentes. Um grupo na fiscalização dos traillers, devido ao grande número de denúncias sobre desrespeito ao horário de fechamento, e outra, nas costumeiras aglomerações em bares e locais públicos. Além disso, a fiscalização também intercedeu em algumas festas clandestinas.

“O que continua impressionando é o descaso da população jovem com a saúde pública, mesmo com os índices de gravidade da pandemia na cidade. Isso nos preocupa, pois ainda que tenhamos iniciado a vacinação, ainda é muito cedo para relaxar nos cuidados com a saúde”, alerta Streb.

Os servidores da Fiscalização Municipal Integrada fazem parte da Casa Civil, da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana. Eles foram treinados, têm domínio da legislação sanitária e dos decretos de isolamento social. Diariamente, estão nas ruas e avenidas da cidade realizando ações que buscam garantir a segurança da população por meio do cumprimento dos Decretos Executivos Municipais.
 
Denúncias de descumprimento das medidas podem ser feitas à Guarda Municipal pelos números 153, (55) 99217-8122, 99167-4728 e 99167-8452 (os celulares, somente via WhatsApp). A Superintendência da Guarda Municipal enfatiza que esses números são exclusivos para o registro de denúncias.

Ações da Fiscalização Municipal Integrada
Entre 15 e 21 de janeiro 

• Denúncias recebidas – 348
• Denúncias de casos de aglomeração de pessoas recebidas – 255
• Vistorias realizadas – 176 
• Notificações emitidas – 15
• Fechamentos realizados – 0

Alvos das vistorias
• Armazém – 2
• Bar – 27
• Comércio em geral – 12
• Conveniência – 7
• Distribuidoras de bebidas – 19
• Estabelecimento de ensino – 6
• Farmácia – 9
• Lancheria – 5
• Lanches rápido – 26
• Minimercado – 1
• Outros – 38
• Padaria – 2
• Posto de combustível – 3
• Restaurante – 9
• Supermercado – 10

Notificações emitidas
• Bar – 1 (no momento da fiscalização havia 4 pessoas por mesa)
• Bar – 1 (pessoas dançando sem máscara e o não distanciamento entre os clientes)
• Distribuidora de bebidas – 1 (consumo de bebida em via pública)
• Farmácia – 1 (interdição da sala de serviços farmacêuticos, pois a funcionária que realizava testes de Covid-19 não é farmacêutica)
• Lanches rápido – 6 (descumprir o horário de funcionamento)
• Lancheria – 1 (no momento da fiscalização, havia 4 pessoas por mesa)
• Restaurante – 1 (sem distanciamento entre as mesas)
• Supermercado – 1 (aglomeração)
• Outros – 1 (realização de rodeio contrariando normas sanitárias)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo