DestaqueJornalismoMemória

MEMÓRIA. Coronavírus leva o jornalista Jair Motta

Profissional que atuava na serra gaúcha morreu ontem, em Caxias do Sul

Um profissional muito dedicado, que atuava recentemente em assessoria de imprensa, mas passou por várias redações, com destaque para o Pioneiro, de Caxias do Sul. Um grande especialista em música (era apaixonado pelos Rolling Stones, por exemplo) e um punhado de predicados atestado por seus amigos. E isso para ser sucinto.

Assim era Jair da Motta, que deixa a esposa Vania (também jornalista) e o filho Pier, e que morreu ontem, em decorrência do coronavírus. E que deixa, também, o jornalismo mais pobre.

Abaixo, o texto disponível (com foto de Reprodução) no site do Sindicato dos Jornalistas do RS, em texto assinado por Carla Seabra. Acompanhe:

Coronavírus deixa o jornalismo gaúcho de luto: morre Jair da Motta

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors) lamenta a morte do jornalista Jair da Motta, que foi editor do jornal Pioneiro, em Caxias do Sul, onde morava.

Formado pela FSG – Faculdade da Serra Gaúcha, de Bento Gonçalves, cidade onde nasceu, Jair era descrito, pelos amigos e colegas, como uma pessoa sensível, mas que não deixava de ser crítico; gentil mas verdadeiro, com um senso de humor fino e elegante.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo