DestaqueSanta Maria

CIDADE. Descontentes com restrições por conta da Covid-19, empresários vão ao Centro Administrativo

Pozzobom e assessores escutam as reivindicações feitas pelos manifestantes

Pozzobom demandas de empresários que estiveram à frente de manifestação que ocorreu nesta terça (foto João Alves/Prefeitura)

Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura / Por Rafael Favero

O prefeito Jorge Pozzobom recebeu representantes dos setores do comércio de alimentos, bebidas, eventos e quadras esportivas nesta terça-feira (23), no Gabinete de Governança, no Centro Administrativo Municipal. Ao lado do vice-prefeito de Santa Maria, Rodrigo Decimo, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Ewerton Falk, e do assessor superior, Guilherme Cortez, o chefe do Executivo ouviu as demandas dos manifestantes, que permaneceram em frente ao Centro Administrativo ao longo da tarde.

Participaram da reunião os empresários Rogério Busatto, Wilian Kirst, Ricardo Tourrucoo, Luciane Dornelles e Sabrina da Trindade. Eles apresentaram reinvindicações sobre a forma de funcionamento dos estabelecimentos aos quais estão relacionados durante a pandemia, principalmente à noite. As autoridades públicas presentes, por sua vez, esclareceram detalhes sobre a restrição de horários, que foi definida pelo Governo do Estado, sistema de cogestão e abordagens da equipe de fiscalização. 

Como têm feito ao longo dos últimos meses, os integrantes da Prefeitura se demonstraram solidários às dificuldades colocadas pelos empresários, ao mesmo tempo em que reiteraram os esforços feitos pelo Poder Público para incentivar a retomada da economia.

“Mais uma vez, prezamos pelo diálogo e anotamos as demandas que nos foram colocadas. O momento exige união entre todos, e seguiremos nesse caminho para conseguirmos vencer da melhor forma possível essa difícil batalha”, ressaltou o prefeito Pozzobom. 

Ainda em fevereiro, foi publicado um DECRETO MUNICIPAL que ampliou o horário de funcionamento de bares, restaurantes e trailers para ingresso de clientes das 8h às 23h, com consumo até a meia-noite, e a possibilidade de até seis pessoas por mesa. Entretanto, a situação epidemiológica constatada no território gaúcho, que aponta para o crescimento do número de hospitalizações, internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), casos e óbitos pela Covid-19, fez com que novas limitações fossem impostas por Decreto Estadual, válido até, pelo menos, 1° de março, que precisa ser cumprido pelas cidades. 

“Fomos ouvidos, e isso já é ótimo. Entretanto, agora, vamos aguardar os novos decretos e torcer para que o prefeito Jorge Pozzobom possa nos representar da melhor forma possível e levar nossas reclamações aos órgãos responsáveis”, afirmou a empresária Sabrina da Trindade. 

O vice-prefeito Rodrigo Decimo, que também é empresário, fez questão de frisar que todas as decisões do Município são tomadas com foco no bem coletivo. “Estamos sensíveis a todas as situações e sabemos das dificuldades, porém, não há decisão fácil”, lembrou Decimo. 

Já o secretário Ewerton Falk pontuou que a conversa, de cerca de duas horas e meia, foi importante para que os gestores públicos pudessem sentir, de forma ainda mais próxima, a complexidade do momento enfrentado pelas empresas que têm a noite como período principal de atuação. 

O encontro com os empresários deu sequência à série de reuniões que a Prefeitura tem feito nesta semana para tratar de estratégias de combate ao avanço do coronavírus. Na manhã desta terça (23), o prefeito Jorge Pozzobom e outros membros da Administração Municipal se reuniram com um grupo de gestores de hospitais privados e médicos infectologistas para discutir a evolução da pandemia. Na segunda-feira (22), a conversa foi com integrantes dos órgãos de segurança pública que compõem a força-tarefa de fiscalização. 

O objetivo das reuniões é, entre outros aspectos, estabelecer maneiras pelas quais a população possa entender um novo comportamento do vírus, que, segundo informam especialistas, tem infectado pacientes cada vez mais jovens, que apresentam sintomas mais graves, reforçando a necessidade de cuidados com a saúde por parte dos cidadãos. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo