ArteDestaqueSanta Maria

ARTE. MASM apresenta mostra com obras sobre catadores e envelhecimento humano. É na internet!

Redes sociais são a “sala” para ver os trabalhos da artista Ilse Ana Piva Paim

Mostra da artista Ilse Ana Piva Paim, devido à bandeira preta, não poderá ser visitada presencialmente (imagens de Divulgação)

Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura / Por Rafael Favero (com imagens de Ilse Ana Piva Paim)

O Museu de Arte de Santa Maria (Masm) apresenta mais uma exposição em março. Até o dia 30, o público poderá conferir, por meio das redes sociais do museu, no Instagram e no Facebook, a mostra das séries Catadores de Sonhos e Traços de Dignidade, da artista Ilse Ana Piva Paim. Devido às regras da bandeira preta, definidas pelo Governo do Estado no Modelo de Distanciamento Controlado, a exposição ocorrerá em formato virtual. As fotos serão publicadas a partir da próxima segunda-feira (8). 

Na série Catadores de Sonho, em 10 telas, Ilse trata da realidade dos catadores de resíduos. O trabalho, inclusive, já passou por outras salas de arte do Rio Grande do Sul e até da Europa. Já em Traços de Dignidade, em oito telas, a artista aborda o processo de envelhecimento humano. As pinturas são feitas com tinta acrílica e, em algumas peças, colagem de materiais recolhidos durante a pesquisa para a elaboração das obras. 

“Em Catadores de Sonho, trabalho a realidade das pessoas que transformam o nosso lixo em um ato de sobrevivência. São heróis do dia a dia. Para a série Traços de Dignidade, tive a inspiração enquanto fazia mestrado em Educação, e tomei conhecimento de um índice que apontava que, em 2050, pelo menos 30% da população do Brasil seria de idosos”, conta Ilse, que nasceu em Carazinho, no noroeste do Rio Grande do Sul. 

Sobre a artista

A artista plástica Ilse Ana Piva Paim trabalhou como professora durante 18 anos nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design, Pedagogia e Estética, da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), no campus de Carazinho. Ela é graduada em Educação Artística e Artes Plásticas pela Universidade de Passo Fundo (UPF), pós-graduada em História da Arte e Práxis, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), e mestre em Educação, também pela UPF. 
Ilse é conhecida por dividir as obras em séries e trabalhar, com ênfase, temas de cunho social. 

Exposição: séries Catadores de Sonhos e Traços de Dignidade
Artista: Ilse Ana Piva Paim
Período: a partir de segunda-feira, 8 de março, até 30 de março
Como conferir: pelas redes sociais do Masm, em @masmmuseudearte (Instagram) e @museudeartesm (Facebook)

Outra exposição

Ainda em março, o Masm realiza a EXPOSIÇÃO “O que há? Entre a face e a máscara”, da artista santa-mariense Simone Rosa, em alusão ao Mês da Mulher. As peças dessa mostra também serão publicadas no Instagram e no Facebook do museu. 

As postagens com os registros das exposições não começaram nesta semana porque o Masm estabeleceu luto por três dias devido à morte da cantora e ex-diretora do museu Deborah Rosa, ocorrido na quarta-feira (3).

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo