Câmara de VereadoresDestaque

BASTIDORES. CPI dos Cemitérios desarquivada, os líderes da oposição e as normas contra a Covid-19

Vereador Tony Oliveira, do PSL, revisará trabalho realizado pela CPI em 2020

Tony Oliveira recebeu de João Ricardo Vargas arquivos da CPI dos Cemitérios, que vigorou ano passado (Foto Bruno Tech/ Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou possíveis irregularidades nos Cemitérios de Santa Maria foi desenterrada. O presidente João Ricardo Vargas (PP) fez a exumação dos arquivos e os entregou a Tony Oliveira (PSL), que agora realizará uma autopsia no material.

“Vamos desarquivar e investigar possíveis irregularidades que não foram observadas pela CPI anterior e também na administração de cemitérios pelo poder público em Santa Maria, buscando respostas para as dezenas de denúncias recebidas pelo parlamentar nas últimas semanas”, afirma Tony.

A CPI, finalizada ano passado, era formada por Deili Silva (PSD), Juliano Soares – Juba (PSDB) e Daniel Diniz (PT). O tema veio à tona semana passada, quando João Ricardo Vargas colocou a investigação do trio sob suspeita (AQUI).

Bloco de Oposição

Demorou, mas agora é oficial! Pablo Pacheco (PP) é o líder do Bloco de Oposição do Parlamento de Santa Maria. O vice-líder é Paulo Ricardo Pedroso (PSB), que assumiu o posto após Tony Oliveira declinar da indicação (AQUI).   

O requerimento, com a confirmação do Bloco de Oposição, foi anunciado no Boletim Legislativo da sessão ordinária de quinta-feira (25) (AQUI). O grupo é composto por 11 vereadores.

Três forças

Além do Bloco de Oposição, o Legislativo de Santa Maria possui outros dois grupos: O bloco governista, liderado por Alexandre Vargas (Republicanos) e que possui seis vereadores (o grupo não possui vice-líder); e o Bloco Parlamentar Propositivo, com quatro membros, que tem Ricardo Blattes (PT) como líder e Werner Rempel (PCdoB) como vice.

Tudo igual (por enquanto)

A Câmara de Vereadores prorrogou, até quarta-feira (31), as atuais medidas de combate ao covid-19 no Parlamento. Até lá, o expediente permanece exclusivamente em home office, das 13h às 19h.

Deste modo, continua proibida a circulação de pessoas nas dependências da Casa. Na terça (30), a sessão virtual tem início às 17h.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo