DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Duas CPIs serão formadas nesta terça, 27, no Parlamento de Santa Maria. O feito é inédito

Não há notícia, nas últimas décadas, de duas CPIs formadas na mesma data

Uma vai investigar o contrato do Shopping Independência e a outra possíveis irregularidades nas unidades de saúde (Foto Arquivo)

Por Maiquel Rosauro

A Câmara de Vereadores de Santa Maria viverá um feito inédito nesta terça-feira (27): a formação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) no mesmo dia. Uma visa a investigar o Shopping Popular Independência e a outra unidades de pronto atendimento de Santa Maria.

A investigação relacionada ao Independência foi protocolada pelo vereador Pablo Pacheco (PP), líder da oposição, em 8 de janeiro. A formação do colegiado atrasou porque esbarrava em limitações impostas pela Resolução Legislativa anterior e por parlamentares que retiraram a assinatura do requerimento para formar a CPI. É necessário o aval de sete edis para que a investigação saia do papel.

Neste momento, Pacheco conta com as assinaturas de João Ricardo Vargas (PP), Anita Costa Beber (PP), Tubias Calil (MDB), Tony Oliveira (PSL), Helen Cabral (PT) e Werner Rempel (PCdoB). O objetivo é investigar possíveis irregularidades no cumprimento do contrato de concessão do espaço, firmado em 2009.

A segunda CPI que será formada nesta terça foi protocolada na manhã desta segunda-feira (26). Além de Tony, o requerimento tem outras dez assinaturas: Danclar Rossato (PSB), Paulo Ricardo Pedroso (PSB), Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), Rudinei Rodrigues – Rudys (MDB), Roberta Pereira Leitão (PP), Marina Callegaro (PT), Tubias Calil, Pablo Pacheco, Helen Cabral e Anita Costa Beber.

O objetivo é investigar possíveis irregularidades nos atendimentos de urgência e emergência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, Pronto Atendimento Infantil e Adulto, e Pronto Atendimento 24 Horas do Bairro Tancredo Neves.

De acordo com a Justificativa, Tony recebeu denúncias e averiguou in loco “os relatos de descaso e mau atendimento, devido o contraste do número enorme de pacientes e usuários destes locais e o baixo número de profissionais para atender a alta demanda, ocasionando também condições de cansaço excessivo físico e mental dos profissionais das áreas da saúde, administrativa e técnica”.

Como ambos os requerimentos já possuem o número mínimo de sete assinaturas necessárias, resta apenas a formação dos colegiados e sua instalação em até sete dias. As CPIs serão compostas por três parlamentares: presidente, vice-presidente e relator. Os trabalhos irão prosseguir pelo prazo de 90 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 30 dias, e terão poderes de investigação próprios das autoridades judiciais.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo