DestaqueSaúde

COVID-19. Cidade chega às 436 vítimas fatais em um ano. E há 280 internados – 111 em leitos de UTI

24 mortes nos primeiros cinco dias do mês. Entre elas, uma criança de 4 anos

17 homens (inclusive um menino de quatro anos) e sete mulheres (entre 33 e 93 anos) são as mortes por coronavírus nos primeiros cinco dias de abril, conforme COMUNICADO expedido pouco antes das 7 da noite pela Prefeitura Municipal. Com isso, o número de óbitos (conforme revisão das autoridades) chega a 436, desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Outros números, como a quantidade de casos ativos e confirmados, entre outros (imagem acima), constam do Boletim Epidemiológico PUBLICADO há poucos minutos no site da Prefeitura.

São esses números que você tem a seguir, incluídos (entre parênteses) os números de ontem, domingo, para que possa ser feita a comparação. Acompanhe:

Casos confirmados: 25.737 (25.756)  

Descartados: 6.539 (6.539)

Casos suspeitos: 1.129 (1.097)

Pacientes curados: 17.063 (17.069)

Casos Ativos: 809 (819)

Óbitos: 436 (413)

Já quanto aos hospitalizados, o número segue bastante alto (veja na imagem abaixo), como é possível verificar no site da Secretaria Estadual de Saúde, em dados atualizados agora há pouco, às 7 e 7 da noite.

São 280 pacientes (inclusive três crianças) internados, dos quais 111 (as menores incluídas) ocupam leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Desses, há 108 casos confirmados e três suspeitos.

Agora, confira a situação, nesse mesmo horário, em cada um dos estabelecimentos referência em atendimento ao coronavírus na cidade: Hospital de Caridade (133 internados, 49, entre eles as três crianças, em UTI), Universitário (45 pacientes, e 26, inclusive uma criança, em UTI), Hospital da Unimed (20), Casa de Saúde (11) e Regional (71, 36 deles em UTI).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo