MulherSanta Maria

CIDADE. Prefeitura promove reunião para tratar do desenvolvimento de políticas públicas para a mulher

Encontro tratou de ações como a criação de Centro de Referência da Mulher

Reunião no Centro Administrativo teve a participação de representações femininas e do Executivo (foto João Vilnei/Prefeitura)

Por Rafael Favero / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

Preocupada com o fortalecimento das políticas públicas voltadas às mulheres, a Prefeitura de Santa Maria promoveu uma reunião na tarde desta quinta-feira (17), para iniciar a discussão sobre temas que possam contribuir para melhorar e ampliar o amparo do Executivo Municipal à população feminina. O primeiro encontro contou com a participação de quatro representantes de pautas ligadas às mulheres na cidade. 

Entre outras demandas, ficou encaminhada a possibilidade de criação de um Centro de Referência da Mulher em Santa Maria. A ideia é inicial e, em um primeiro momento, deve envolver as secretarias de Desenvolvimento Social e Saúde e o Gabinete do Prefeito. 

Participaram da reunião a promotora Daniela de Quadros Mallmann Paz, do Ministério Público Estadual; a professora aposentada da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), integrante do Fórum de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e coordenadora da campanha Santa Maria 50 – 50, Maria Celeste Landerdahl; a professora da UFSM e coordenadora do Fórum de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, Laura Ferreira Cortes; e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), Rosane Brum Vargas.  

A Prefeitura foi representada pelo secretário de Desenvolvimento Social, João Chaves, pelo assessor superior do prefeito, Leonardo Kortz, e pelo chefe da Casa Civil, Alexandre Lima

“Ouvir é o primeiro passo. Agora, para saber como avançar no desenvolvimento das políticas públicas, nós precisamos estabelecer como vamos proceder”, comentou Kortz. 

Para João Chaves, o encontro foi histórico, já que, a partir de uma iniciativa do Executivo Municipal, iniciou-se um movimento para reorganizar ações voltadas às mulheres em áreas como segurança, saúde e mercado de trabalho. 

“Nós percebemos, até pelo relato que nos foi trazido pela doutora Daniela, que a violência doméstica tem crescido muito durante a pandemia, o que aumenta a importância de avançarmos no cuidado do Poder Público com a mulher. Nessa primeira reunião, já tivemos apontamentos relevantes para potencializar o que já é feito pelo Município”, afirmou o secretário. 

Ainda de acordo com João Chaves, uma nova reunião deverá ocorrer, e a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores será convidada a participar, assim como um representante do Estado que auxilie a Prefeitura e os demais envolvidos a trabalhar o tema.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo