DestaqueSanta Maria

EXÉRCITO. Manifestações de Blattes sobre a Festa Nacional da Artilharia têm repercussão na Câmara

Mesmo criticado por todos os lados, edil manteve sua posição no Legislativo

“Hoje vivemos uma guerra sanitária e desde que a pandemia começou, o Hospital Geral de Santa Maria não disponibilizou seus leitos aos civis”, postou o vereador Ricardo Blattes em nova crítica nas redes sociais (Foto Divulgação/Câmara)

Por Maiquel Rosauro

As manifestações do vereador Ricardo Blattes (PT) contra a Festa Nacional da Artilharia seguem causando controvérsia. Nesta terça-feira (15), o Site recebeu duas notas (leia mais abaixo) sobre o tema, enquanto na Câmara o petista sofreu uma enxurrada de críticas na tribuna. O parlamentar, por sua vez, manteve-se firme em suas convicções e divulgou uma nota de esclarecimento.

A polêmica iniciou no final de semana, quando em seu perfil pessoal no Facebook, Blattes disse que a festa realizada sábado (12), no Regimento Mallet, com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), era “uma peça de teatro a céu aberto, com a milicada fantasiada fazendo jogral”.

A Sociedade Amigo Boi de Botas divulgou uma Nota de Repúdio, na qual aponta que Blattes age de forma “tendenciosa e pejorativa, denigre a imagem do Herói da Pátria Marechal Emilio Luiz Mallet, além dos integrantes da Arma de Artilharia do Exército Brasileiro e da própria Família Mallet que se perpetua em nossa cidade em descendentes”.

O presidente da Câmara de Vereadores, João Ricardo Vargas (PP), divulgou uma Nota de Apoio à 3ª Divisão do Exército. “O povo que não valoriza e cultiva suas histórias não respeita os atores sociais que fizeram desta terra um bom lugar para viver”, diz trecho do comunicado.

Na sessão plenária desta terça, nenhum parlamentar saiu em defesa de Blattes. O petista foi criticado por diversos vereadores, de diferentes partidos. Roberta Pereira Leitão (PP), por exemplo, demonstrou preocupação sobre o posicionamento de Blattes em relação à campanha que o município desenvolve para trazer a Escola de Sargento das Armas (ESA) para Santa Maria.

O petista, por sua vez, manteve seu posicionamento crítico à festa em um contexto de pandemia, indicando que seus colegas estavam criando uma falsa polêmica. À noite, ele divulgou uma nota de esclarecimento junto com um vídeo de um discurso na tribuna.

“Fiz uma crítica democrática a fatos que acredito não acrescentarem à população. Sobretudo, quando isso acontece em um período de excepcionalidade. No momento, nem os músicos podem tocar em bares, mas os militares podem fazer um grande teatro e serem regados com uma cerimônia luxuosa por isso. Hoje vivemos uma guerra sanitária e desde que a pandemia começou, o Hospital Geral de Santa Maria não disponibilizou seus leitos aos civis”, diz trecho da postagem do vereador.

Confira as notas divulgadas sobre a polêmica:

Nota Pública de Repúdio

A SABB – Sociedade Amigos do “Boi de Botas” vem por meio desta NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO manifestar-se quanto as declarações feitas na mídia social, Facebook, do Exmo. Sr. Vereador Ricardo Lovatto Blattes acerca da Solenidade Militar Alusiva ao Patrono da Arma de Artilharia do Exército Brasileiro, Marechal Emilio Luiz Mallet no aquartelamento em Santa Maria/RS no último sábado.

Diante as manifestações públicas do vereador supracitado em duas postagens no Facebook nos dias 13 e 14 de junho do corrente, onde de forma tendenciosa e pejorativa denigre a imagem do Herói da Pátria Marechal Emilio Luiz Mallet, além dos integrantes da Arma de Artilharia do Exército Brasileiro e da própria Família Mallet que se perpetua em nossa cidade em descendentes.

A SABB que tem por missão estatutária enaltecer o Patrono da Artilharia, a Cultura, a História e as Tradições do 3°GAC AP – Regimento Mallet visando ser uma fonte inesgotável de pesquisa às gerações futuras sente-se atingida pelas palavras infundadas do nobre Edil.

As manifestações referidas quanto a solenidade demonstra total desconhecimento da história do nosso país. Cabe a SABB informar ao digno representante do povo que o Marechal Emilio Luiz Mallet, cujos despojos repousam sob Guarda do 3°GAC AP foi e será sempre um herói nacional, que mesmo não sendo brasileiro nato, deu sua vida em defesa da pátria, demonstrando lealdade e compromisso com o povo e governo de sua época, valores estes hoje esquecidos por muitos.

A solenidade realizada no sábado último teve como objetivo principal, rememorar uma das Batalhas em que o Brasil se fez presente – Batalha de Tuiuti – durante a Guerra do Paraguai sob o comando do Patrono da Artilharia.

A presença do Vice-presidente da República e General da Reserva Hamilton Mourão muito nos honra, pois, o mesmo é oriundo da Arma de Artilharia do nosso Exército ao qual serviu com devoção por toda sua vida.

A SABB reitera seu compromisso com a verdade não tendenciosa e apartidária e almeja retratação pública acerca dos fatos incontestáveis.

Sem mais, segue presente nota assinada pelos representantes dos conselhos da SABB.

Santa Maria, RS, 14 de junho de 2021.

Nestor Alves dos Santos Filho

Presidente da Diretoria Executiva da SABB

Jéferson Costa Nunes

Presidente do Conselho Deliberativo da SABB

Helder Henrique de Souza Pires

Presidente do Conselho Fiscal da SABB

Nota de apoio a 3ª Divisão do Exército de Santa Maria

Santa Maria, 15 de junho de 2021

A Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria através do seu Presidente Vereador Cel. Vargas reitera sua admiração e respeito ao Exército Brasileiro e seus símbolos de construção social dentro da comunidade santa-mariense. Lembramos que a criação da 3ª Brigada Estratégica, em 1908, em nosso município, a partir de 1º de janeiro de 1972, a 3ª Divisão de Exército passou a ter a estrutura regional localizada neste Comando desde então. Cabe destacar que anteriormente a estes fatos históricos regionais a mesma instituição militar construiu pelas terras brasileiras a integração nas operações combinadas e atividades de cunho administrativo em tempo de paz, compartilhando e otimizando recursos e por consequência promovendo o crescimento do nosso país.

O povo que não valoriza e cultiva suas histórias não respeita os atores sociais que fizeram desta terra um bom lugar para viver. O Poder Legislativo acredita que o futuro e a esperança deste país estão atrelados a nossa memória e que cada vida merece ser valorizada, respeitada e cultuada, assim como nossos combatentes do exército brasileiro e/ou cada cidadão deste país.

Cabe a todos nós enquanto sociedade preservarmos nossa história e destacar a importância do exército brasileiro na atuação do bem-estar social. Até 2022, o processo de transformação do Exército chegará a um novo conceito, com o crescimento de oportunidades para a nossa população, como a possibilidade real da vinda das instalações da Escola de Sargento das Armas – ESA, que ressalta nossa esperança no crescimento econômico, social e educacional, com o emprego, profissionais altamente capacitados para os desafios do século XXI, respaldando as decisões soberanas do Brasil no cenário internacional e por isso conta com o apoio da nossa comunidade, valorizando a dignidade e dedicação, assumindo a responsabilidade pelas decisões que tomar.

A Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria através do seu Presidente Vereador Cel. Vargas reitera que o Exército Brasileiro assim como seus militares combatentes deve ser respeitado por suas realizações. O Poder Legislativo é a Casa do Povo um lugar onde a esperança se renova através de ações políticas que buscam o melhor para Santa Maria, apoiamos as nossas instituições governamentais e/ou construídas dentro da comunidade. O Exército Brasileiro o tem nosso respeito.

Coronel João Ricardo Batista Vargas

Presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

4 Comentários

  1. Os vereadores são aqueles que dão voz aos cidadãos que os elegeram, e provavelmente, com esse tipo de manifestação de desrespeito para com os militares, tenham certeza que o Vice-Presidente Hamilton Mourão (que é oriundo de artilharia) e o Gen Amaro, Chefe do Estado-Maior do Exército (que também é oriundo de artilharia), vão pensar melhor sobre como os militares são tratados aqui em Santa Maria ao participarem das tratativas finais sobre o destino da nova Escola de Sargentos.

  2. É um Febeapá, tortura dos tempos atuais, semana que vem ninguém mais fala mais nisto.
    Blattes com B. disse que não queria saber de mimimi, não vão obedecer o cara? Milicada, sem mimimi! Kuakuakuakua! Alás, a cerimonia tinha musica ao vivo! Banda! Kuakuakuakua!

  3. Falsa polêmica, os dois lados estão certos e errados ao mesmo tempo. As forças armadas devem comemorar suas façanhas sim, mas é o momento de fazê-lo? O posicionamento do vereador pode ter sido um pouco “forte”, mas também está correto, pois como frisou, nem violão na praça pode ser tocado em função das restrições sanitárias. Porque uns são mais iguais que os outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo