DestaqueSanta Maria

#24J. Entidades preparam uma nova mobilização contra Bolsonaro. Em SM será no centro da cidade

É o quarto ato desde o recomeço dos protestos antigoverno, em 29 de maio

Por Bruna Homrich (com arte de Bruno Silva) / Da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

A partir das 13h30 deste sábado, 24 de julho, a Praça Saldanha Marinho, em Santa Maria, voltará a receber um protesto contra o governo Bolsonaro. Este é o quarto ato da nova onda de mobilizações reiniciada em 29 de maio e sucedida pelo 19 de junho e pelo 3 de julho. 

Assim como nas vezes anteriores, a denúncia ao descaso do governo com a vida da população brasileira, expresso ou na demora em comprar vacinas, ou em negociações paralelas que sugeriam propina em troca de imunizantes, é o principal motivador do retorno às ruas, ao lado da exigência de um plano de imunização acelerado, que dê conta de salvar vidas e dirimir os efeitos perigosos de novas variantes em um país cuja vacinação caminha a passos lentos. 

A defesa dos serviços públicos, da ciência e das universidades também estarão entre os gritos de ordem, assim como a rejeição à Reforma Administrativa (PEC 32/20), que, se aprovada, tende a desmontar o caráter social do Estado brasileiro. 

A diretoria da Sedufsm convida a categoria a se dirigir à Praça neste sábado, atentando para todos os cuidados que a pandemia ainda exige: uso de máscaras (de preferência, PFF2) e álcool em gel, e respeito ao distanciamento social entre os participantes. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo