DestaqueEstado

ESTADO. Salário do funcionalismo cai na conta de todos nesta sexta-feira. É o nono mês pago em dia

Governo quita folha dos servidores e também paga 7ª parcela do 13º de 2020

Também confirmado para esta sexta, pelo Palácio Piratini, pagamento da 7 parcela do 13º 2020 (Foto Felipe Dalla Valle/Divulgação)

Do Site do Correio do Povo / Com informações do Palácio Piratini

O Tesouro do Estado vai quitar nesta sexta-feira (30) todos os salários referentes à folha de julho dos servidores do Poder Executivo. O depósito do valor integral será realizado para cada um dos cerca de 330 mil vínculos, o que corresponde a 100% da folha de pagamento.

O pagamento em dia da folha do Executivo até dezembro foi confirmado pelo governador Eduardo Leite no início deste mês devido a um conjunto de fatores: medidas de gestão adotadas desde o início de 2019, colaboração de Poderes e órgãos, parlamentares e União e pelo cenário de retomada da economia após a pandemia. Este é o nono mês consecutivo em que a folha é quitada em dia.

Também está confirmado para esta sexta-feira o pagamento da sétima parcela do 13º salário relativo ao ano de 2020, no valor aproximado de R$ 120 milhões.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo