DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Vereadora Roberta Pereira Leitão não se vacinou contra Covid-19 e diz estar imune ao vírus

Luci Duartes fez uma enquete para conferir quais colegas se vacinaram

“Tecnicamente, cientificamente, não preciso da vacina porque sou imune, diz Roberta Pereira Leitão (Foto Câmara/Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT) fez uma “chamada” na tribuna do Poder Legislativo de Santa Maria. Nesta terça-feira (21), ela perguntou aos parlamentares presentes na sessão, um por um, se eles haviam se vacinado contra covid-19. Apenas Roberta Pereira Leitão (PP) afirmou não ter se imunizado.

A deixa para os questionamentos de Luci foi o fato de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ser a única liderança entre as 20 maiores economias do mundo (G-20) a não ter se imunizado. A pedetista considera ser inadmissível promover uma campanha de vacinação nacional ao mesmo tempo em que a principal liderança do Brasil não tomou o imunizante.

Pouco após revelar que não se vacinou, Roberta justificou o motivo de não ter se vacinado.

“Tenho meu ImunoScov, exame que todos fazem após a vacina, com anticorpos positivos. Então, tecnicamente, cientificamente, não preciso da vacina porque sou imune”, disse a progressista.

“Parabéns, o presidente deve ter a mesma imunidade que a senhora tem, pois está sendo barrado de entrar em alguns locais ou talvez ele tenha medo da agulha”, rebateu Luci Duartes.

A pedetista se referia ao fato de Bolsonaro não poder entrar em locais públicos fechados como restaurantes, museus e academias de Nova York, onde ocorreu a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Em agosto, a cidade deu início a medida chamada Key to NYC Pass (Chave para o passe de Nova York, em tradução livre), que exige certificação de vacinação contra covid-19.

O posicionamento de Roberta vai de encontro à posição dos especialistas. A infectologista Maura Salaroli, do Hospital Sírio-Libanês, por exemplo, afirma que quem já teve covid-19 pode e deve se vacinar, uma vez que a imunidade produzida pela infecção natural é variável nos indivíduos e ainda não é certo qual a duração dessa proteção.

O mesmo entendimento tem a médica do Senado Federal Ana Maria Castro, que afirma não ser raro os casos de reinfecção.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Não foi bonito o que aconteceu em NY. Mas pelo menos o preço da pizza não é tão caro. Na proxima vez que for a Portugal o Cavalão deveria compensar, encher a tripa gorda num restaurante de luxo, pagar com o cartão corporativo e sair carregado bebado do rancho.

  2. Prefeito teve COVID, tomou Duas Doses de vacina e novamente está com a doença.
    Desa vez Internado.
    Com.caso pior que no ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo