DestaqueRegião

CACHOEIRA DO SUL. Secretaria de Obras notifica proprietários para que cuidem suas calçadas

Cartilha de Calçadas orienta os passos que devem ser seguidos

Por Prefeitura de Cachoeira do Sul

A equipe de fiscalização de posturas da Secretaria Municipal de Obras começou, na semana passada, a notificar os proprietários e administradores de imóveis quanto a necessidade de construir ou de manter em condições o passeio público (calçadas) em frente a sua casa ou estabelecimento comercial.

O trabalho começou pela Avenida Brasil, Júlio de Castilhos e Saldanha Marinho. A notificação, neste primeiro momento, solicita apenas que os proprietários regularizem a situação de suas calçadas dentro das normativas municipais. Para isso, eles foram orientados a seguir a “Cartilha de Calçadas”, desenvolvida pelo Laboratório de Mobilidade e Logística (Lamot) da UFSM/Cachoeira do Sul. Todo o conteúdo é baseado na legislação vigente, em especial a relativa à Política da Pessoa com Deficiência, Norma Técnica Brasileira, NBR 9050/2015 e Leis Municipais 2.517/1992 e 4.270/2013.

O documento possuiu 16 páginas e é utilizado pela Secretaria Municipal de Obras como instrumento de padronização, fiscalização e manutenção das calçadas. A cartilha traz informações como dimensões das calçadas, responsabilidade por elas, pisos permitidos, uso do piso tátil, acesso de veículos, rebaixamento, calçadas verdes, árvores aconselhadas e árvores proibidas, drenagem, entre outros.

“Algumas calçadas estão em situação totalmente inadequada. Não podemos mais permitir isso. Esse é também um pedido que os clubes de Rotary nos fizeram. É necessário que a comunidade tenha consciência do seu papel e suas responsabilidades com relação ao passeio público”, enfatizou o secretário de Obras, Luciano Lara.

Quem for notificado recebe prazo de 30 dias para se adequar. Se não fizer, a multa mínima é de 5 URMs.

Você sabia?

  • Em ruas que possuam meio-fio, os proprietários de terrenos, edificados ou não, são os responsáveis pela pavimentação da calçada dentro dos padrões estabelecidos?
  • As calçadas devem ter no mínimo 2,2 m de largura (novas calçadas), sendo 1,5 m livre e 0,70m de serviço (postes, sinalização, árvore), com altura mínima de 2,10m?
  • As calçadas devem ter superfície antiderrapante e plana, com revestimento resistente e uniforme?
  • Ipê, cerejeira, pitangueira e guajuvira são árvores aconselhadas para plantio em calçadas?
  • Tipuana, uva do japão, figueira, pinos, figueira e goiabeira estão na lista de árvores proibidas para o plantio em calçadas?

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Os vereadores daqui poderiam lotar uma kombi e ir até Cachoeira do Sul para verificar “in loco” a tal cartilha. Sem diárias, é pertinho, come um xis por lá e volta logo. Antes disso, dêem uma caminhada por aqui, reparem nossas calçadas-crateras que “enfeitam” nossa cidade. Quem sabe saia coisa útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo