DestaqueSegurança

CIDADE. Prefeitura de Santa Maria registrou o furto de mais de 470 tampas de bueiros, apenas este ano

Poder Executivo já investiu R$ 122 mil na reposição dos bueiros

Recursos utilizados para reparar ações criminosas poderiam ser aplicado em outras áreas. Foto João Vilnei / Prefeitura / Arquivo

Por Rafael Favero / Prefeitura de Santa Maria

Desde janeiro de 2021 até o momento, já foram furtadas 479 tampas “grelhas” de bueiros, que são as caixas coletoras de águas pluviais, em Santa Maria. O número é contabilizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos. Até agora, a pasta fabricou 175 novas tampas. Dessas, pelo menos 109 já foram repostas. A fabricação e a reposição são feitas pelos próprios servidores da pasta.

As tampas produzidas contêm quatro tipos de ferro, arame e concreto. A estimativa da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos é que cada nova tampa custe cerca de R$ 700 para os cofres do Município. Ou seja, a Prefeitura já investiu, somente neste ano, aproximadamente R$ 122,5 mil de recursos do Município nesse trabalho de reposição. Além disso, por vezes, a estrutura da própria caixa coletora precisa de reparos, o que eleva ainda mais os custos do trabalho.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Wagner da Rosa, a Prefeitura poderia utilizar os recursos em outras áreas, mas, devido à ação de criminosos, gasta verba, tempo e equipe para esse tipo de serviço. Segundo ele, a população pode ser parceira da Prefeitura na hora de encontrar onde mais tampas podem ser repostas.

“Toda a população sofre com isso. O furto das tampas grelhas deixa o buraco exposto. Nós ainda temos um déficit de reposição porque não conseguimos acompanhar a velocidade dos furtos, que são em grande quantidade. Porém, a maioria dos buracos, mesmo que sem reposição, estão sinalizados para evitar qualquer tipo de acidente. Pedimos a compreensão da comunidade e, também, que os cidadãos nos comuniquem sobre os furtos, para que possamos, tão logo seja possível, fazer a reposição”, afirma o secretário.

Investigação
O superintendente da Guarda Municipal, Santo Cordeiro, conta que os órgãos de segurança que atuam em Santa Maria já estão organizados para coibir furtos de ferro, cobre e outros metais do patrimônio público. O foco é encontrar os receptadores do material. Em 6 de outubro, por exemplo, a Prefeitura apoiou a Operação Cobre II da Polícia Civil, na qual foram detidos dois indivíduos, um por furto e outro por receptação. A Polícia Civil atuou junto à Vigilância em Saúde, Superintendência de Fiscalização, Guarda Municipal, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros.

“Começamos com operações na Região Leste, em Camobi, devido aos furtos de canos de cobre, fios e tampas de bueiros próximo à unidade de saúde Wilson Paulo Noal. Ações criminosas como essas não implicam só na perda do patrimônio público, mas também em acidentes com pessoas ou veículos. Em um bueiro sem tampa, crianças ou até pessoas adultas podem fraturar a perna”, explica Cordeiro.

As denúncias de furtos de tampas de bueiros podem ser feitas por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), pelo telefone 153, ou diretamente com a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, pelo telefone (55) 3223-1616.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo