DestaqueEconomia Solidária

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Vão iniciar nesta sexta os eventos presenciais da 27ª edição da Feicoop

Centro de Referência Dom Ivo recebe expositores e visitantes até domingo, 10

Entrada do Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, na manhã desta quinta-feira (7) (Foto Maiquel Rosauro)

Por Maiquel Rosauro / Da Assessoria de Imprensa dos Eventos da Economia Solidária

As atividades presenciais da 27ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) iniciam na manhã desta sexta-feira (8), no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. Pela manhã, está prevista a chegada das caravanas de expositores e, a partir das 13h, começa a comercialização. O evento, que iniciou de forma on-line em 3 de outubro, segue até domingo (10).

Nesta sexta, a programação presencial da Feicoop será marcada pela demonstração do processo de compostagem, degustação de frutíferas do Geoparque Quarta Colônia, exposição de sabões artesanais do Geoparque Caçapava e exposição do Fórum de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres de Santa Maria. As atividades começam às 13h30min, no Lonão 1 – Paulo Freire, no Parque da Medianeira.

Na programação on-line, destaque para o seminário Fome em tempos de covid-19: olhares e reflexões, com início previsto para as 15h30min. A promoção é da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura – Chile (FAO).

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA, PRESENCIAL E ON-LINE DA FEICOOP.

Horários de comercialização da 27ª Feicoop
Sexta-feira (8) – 13h às 17h
Sábado (9) – 7h às 17h
Domingo (10) – 8h às 17h

Visitantes
A entrada na feira é gratuita. É obrigatório o uso de máscara de proteção facial e apresentação do comprovante de vacinação contra covid-19.

Quem não tiver a carteira de vacinação em mãos pode baixar o aplicativo Conecte Sus que emite o comprovante de vacinação no smartphone. O aplicativo está disponível para usuários Android, via Play Store, e iOS, na App Store

Nos pavilhões da Feicoop será disponibilizado álcool em gel. Não será permitido o consumo de bebidas e alimentos fora da Praça de Alimentação.

Comércio justo e consumo ético e solidário
A feira diferencia-se pela realização de práticas do comércio justo e consumo ético e solidário, trocas solidárias com moeda social e atividades de formação e interação. Não há consumo de cigarros e bebidas alcoólicas (vinhos e cervejas artesanais vendidos na Feira não devem ser consumidos no local) e a água não é comercializada durante o evento. A Economia Solidária entende que a água é um bem universal e um patrimônio da humanidade (são disponibilizados bebedouros com água filtrada nos pavilhões da feira).

Refrigerantes também não são vendidos. Os produtos oferecidos na Feira são de procedência ecológica. A organização do evento trabalha com a teoria e a prática, articulando campo, cidade e as diferentes culturas e etnias.

A Feira
A 27ª Feicoop é promovida pela Arquidiocese de Santa Maria via Banco da Esperança – Ação Social, Projeto Esperança/Cooesperança, Rede Esperança; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Prefeitura Municipal de Santa Maria, Cáritas Brasileira, Cáritas Rio Grande do Sul, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Comissão Pastoral da Terra no Rio Grande do Sul (CPT/RS), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), 6ª Semana Social Brasileira (6ª SSB), entre outros. O patrocínio é do Ministério da Cidadania e Sicredi Região Central/RS.

Informações
Para mais informações, entre em contato com o Projeto Esperança/Cooesperança pelos telefones (55) 3223-0219, (55) 996-856-282 (WhatsApp) ou (55) 999-506-282 (Vivo). 
E-mails: feicoopsantamaria@gmail.com ou projeto@esperancacooesperanca.org.br.
Site: https://cooesperanca.wixsite.com/novosite
Facebook: www.facebook.com/feicoop 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo