DestaqueEstado

ESTRADA. Em Santa Maria, Governador recebe as reivindicações sobre pedágio e duplicação da “287”

Pedidos: novo local da praça e duplicação a partir das duas pontas da rodovia

Vereadores e deputado entregaram o documento ao governador Eduardo Leite, nesta quarta (foto Christiano Ercolani/Divulgação)

Por Tiago Machado / Da Assessoria de Imprensa do Deputado Valdeci Oliveira

Após o encerramento da solenidade de inauguração do bloco cirúrgico do Hospital Regional (leia material a respeito mais adiante), um grupo de lideranças da Região Central procurou o governador do Estado, Eduardo Leite, e entregou um documento com reivindicações sobre o pedagiamento e a duplicação da RSC-287.

O deputado Valdeci Oliveira, que intermediou o diálogo junto com o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom; o vereador Cláudio Spanhol (São João do Polêsine) e o ex-vereador santa-mariense Luciano Guerra, solicitou que o Executivo analise o pedido de alteração de local da praça de pedágio prevista para ser construída no Distrito de Palma, entre Santa Maria e Restinga Seca, nas proximidades da Escola Major Tancredo Penna de Moraes.

Outro pedido é que a obra de duplicação comece simultaneamente pelas duas pontas, Santa Maria e Tabaí, e não apenas pela Região Metropolitana. As demandas resultam de reuniões e de uma audiência pública realizada recentemente com a presença de lideranças e das comunidades dos distritos de Santa Maria e dos municípios da Quarta Colônia.

“Nós pedimos que o senhor analise com muito carinho, pois é um movimento pluripartidário e que parte das comunidades. Caso não ocorrerem alterações ou rediscussões, poderão existir problemas judiciais no futuro”, advertiu Valdeci.

O governador assegurou que irá pedir uma análise técnica das solicitações e que vai conversar com a empresa responsável pela exploração da rodovia a partir da concessão feita pelo Estado. “Muito importante que o governador tome conhecimento das discussões e dos pedidos. O que a comunidade pede, essencialmente, é um pouco de diálogo e atenção sobre um tema fundamental”, avaliou Valdeci.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Pelo que vi no vídeo que fizeram mostrando a conversa entre a comissão e o governador, a impressão que tive foi que o governador irá fazer com o pedido e indagações da comunidade o mesmo que o pessoal do governo estadual fez com os pedidos daqueles que estiveram no Park Hotel Morotim lá em 2019, antes da licitação… usar de papel higiênico no fundo a direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo