DestaqueEstado

REGIÃO. Pedágio na RSC 287: Valdeci Oliveira protocola as reivindicações do Centro do Estado

Documento está na Assembleia e também será encaminhado ao Governo

Documento foi produzido a partir de audiência pública acontecida na sexta-feira, no Recanto Maestro (foto Tiago Machado/Divulgação)

Da Assessoria de Imprensa do Deputado Valdeci Oliveira

Nesta terça-feira (19), durante reunião ordinária da Comissão de Assuntos Muncipais (CAM) da Assembleia Legislativa, o deputado Valdeci Oliveira (PT) protocolou junto ao colegiado o documento elaborado pela comunidade da Região Central do Estado (Movimento 287 Total e Comissão de Moradores do Distrito de Palma) com uma série de solicitações e providências em relação ao pedagiamento da RSC-287.

O material em questão é resultado da audiência pública proposta pelo parlamentar e realizada na última sexta-feira (15), no Distrito Recanto Maestro, em Restinga Seca, com mais de 200 participantes, entre moradores, lideranças políticas e produtores rurais de Palma, Arroio do Só e de outras localidades que integram a Quarta Colônia. Um dos pedidos das comunidades é a criação de uma mesa de negociação e diálogo que reúna a presença de representantes da comissão de moradores, governo do estado, secretarias envolvidas e da empresa concessionária responsável pela obra de duplicação da rodovia para tratar das definições – e respectivos efeitos – da implantação de uma praça de pedágio no distrito de Palma.

Entre os encaminhamentos propostos estão a transferência do local da praça de pedágio (hoje prevista para ficar próximo à única escola da localidade), a manutenção das estradas vicinais que garanta o deslocamento dos moradores, medidas de contenção aos impactos ambientais decorrentes da obra (como poluição sonora e do ar), cobrança de taxa diferenciada à população local, construção de passarela e alternativas ao trânsito de equipamentos agropecuários, entre outros.

Na reunião da Comissão, também ficou estabelecido que o documento será encaminhado ainda nesta terça-feira, pela Assembleia Legislativa, ao chefe da na Casa Civil do Palácio Piratini, Artur Lemos, ao secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, e ao secretário estadual de Parcerias, Leonardo Busatto.

“Não acredito que seja tão difícil dialogar sobre um tema que impacta em tanta gente. Espero que, em breve, as comunidades que solicitam o estabelecimento dessa mesa de negociação sejam atendidas, pois as reivindicações são legítimas e dizem respeito à vida de milhares de pessoas. Nós vamos seguir cobrando e exigindo respostas”, afirma Valdeci.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo