DestaquePrefeitura

CIDADE. População fez 1.758 ‘apontamentos’ de desafios para tratar da geração do Distrito Criativo

Entre as demandas citadas, destaque para infraestrutura e políticas públicas

Sentimento de “pertencimento é poderoso”, diz Rodrigo Decimo, que coordena as ações (foto Alex Caceres/Arquivo Prefeitura)

Por Rafael Favero / Da Assessoria da Imprensa da Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Santa Maria divulga os resultados obtidos até agora na jornada de construção colaborativa do Distrito Criativo, proposta que pretende impulsionar, de forma sustentável, a economia e a cultura da região do entorno da Avenida Rio Branco, Vila Belga e Gare. Durante a etapa de reconhecimento e levantamento de desafios, foram contabilizados 1.758 apontamentos. Mais de 500 pessoas foram ouvidas, em seis workshops, que duraram nove horas ao todo. Além disso, urnas foram espalhadas em 19 estabelecimentos da área central do Município. Nelas, a população também pôde deixar sugestões sobre como imagina o Centro Histórico Ferroviário no futuro. 

O levantamento mostrou que a maior parte das demandas da população, precisamente 50,46%, diz respeito ao “ambiente natural e construído do local”. Esse item envolve a infraestrutura, habitação, usos de espaços e patrimônio histórico. Depois, outro aspecto no qual desafios são registrados é o de “governança e políticas públicas”, com 27,42% dos apontamentos, item que contempla demandas sobre compartilhamento de conhecimento, ambiente democrático, acesso à informação, regras para o desenvolvimento e recursos para o fomento de ideias criativas e inovadoras, por exemplo. Ainda, 13,77% dos desafios levantados são relativos à “economia criativa”, ou seja, presença de pessoas criativas e talentosas para fomentar o empreendedorismo, empregabilidade e desenvolvimento econômico regional com base na inovação e na indústria criativa. 

A menor quantidade de apontamentos é na área da “identidade e recursos culturais”, com 7,51% dos registros. Esse item reúne falas sobre a valorização da história, cultura e tradição locais, inclusão social, espaços artísticos e culturais, diversidade, tolerância e ambientes propícios para geração de ideias e arte. 

“Esta primeira etapa do projeto Distrito Criativo demonstra que temos um potencial de mobilização muito importante para transformar o nosso Centro Histórico Ferroviário. Só temos a agradecer a participação expressiva das pessoas que deram suas contribuições no levantamento de desafios, tornando esse projeto uma construção coletiva. Esse sentimento de pertencimento é poderoso”, afirma o vice-prefeito Rodrigo Decimo

Ainda neste mês, começa a fase de ideação de soluções, na qual a comunidade será ouvida mais uma vez. A conclusão da jornada de construção colaborativa culminará na definição do plano de ação e, posteriormente, no lançamento do projeto de execução do Distrito Criativo.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo