DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. Heinze, do PP, afirma haver acordo para dividir com Onyx, do PL, o apoio de Bolsonaro

Os dois pretendem concorrer ao Palácio Piratini e são aliados do Presidente

Heinze em entrevista nesta sexta-feira, na capital, diz que dividirá com Onyx o apoio de Jair Bolsonaro (foto Reprodução/CP)

Reproduzido do jornal Correio do Povo / Com informações da Rádio Guaíba

O senador Luis Carlos Heinze (PP), em entrevista à Rádio Guaíba nesta sexta-feira, afirmou que há um acerto para que ele e o ministro Onyx Lorenzoni (DEM) dividam o apoio do presidente Jair Bolsonaro para o governo do Rio Grande do Sul em 2022.

“Já estamos trabalhando este assunto no partido. Fizemos nove encontros regionais. Encerramos, no sábado passado, na Assembleia, um grande encontro do Rio Grande do Sul inteiro – com vereadores, prefeitos e lideranças. É um assunto que, dentro da legenda, já está mobilizando a todos. A sociedade também já tem aceitado o nosso nome como pré-candidatos. Estamos trabalhando fortemente”, disse o senador.

Lorenzoni e Heinze são dois dos aliados mais fiéis de Bolsonaro em Brasília. O primeiro faz parte do governo desde o período de transição, tendo passado por três ministérios nos três anos de gestão. Já o segundo é um articulador das ideias do presidente no Congresso, e ficou marcado por integrar a tropa de choque de oposição às lideranças da CPI da Covid, formada majoritariamente por desafetos do presidente da República.

“Eu disse a Bolsonaro que Onyx é meu parceiro, já trabalhamos juntos. Nosso projeto em 2018 era o mesmo: eu era o cabeça de chapa e o vice era do Democratas, naquele instante. Sou candidato e o presidente sabe disso. E ele quer dois palanques no Rio Grande do Sul. Ele não pode preterir alguém em função do outro. Lá na frente, as coisas podem ser acertadas. Ambos somos candidatos”, ressalta Heinze.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Heinze tem paraquedas, mandato para voltar. Onyx, se concorrer a governador, não. Talvez seja a única e última chance dele para tentar o posto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo