DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. Ato a favor da irmã Lourdes, Dia da Vacina (agora vai!) e situação de emergência

Irmã Lourdes Dill tem despedida prevista, de Santa Maria, em 2 de abril

Por Maiquel Rosauro

O Comitê Popular em Defesa da Economia Solidária realizará um ato inter-religioso, na manhã deste sábado (22), às 11h30min, no Feirão Colonial. A iniciativa ocorre em apoio à coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill.

Conforme os organizadores, é obrigatório o uso de máscara de proteção facial. Devem participar diversas lideranças que fazem parte de grupos de Economia Solidária e Agricultura Familiar.

Irmã Lourdes atuará em Santa Maria até o fim do primeiro trimestre. Em dezembro, a Arquidiocese anunciou que a religiosa deixará o município após 35 anos. Seu destino será a Diocese de Grajaú, no Maranhão. Ela atuará na cidade de Barra do Corda. A despedida da religiosa está marcada para o dia 2 de abril.

Dia da Vacina
O vereador Givago Ribeiro (PSDB) retirou de tramitação o Projeto de Lei Complementar que criava o Dia da Vacina e o substituiu por um Projeto de Lei. Na quinta (20), o Site mostrou que a proposta do vereador estava incompleta na forma como havia sido apresentada.

Caso a iniciativa seja aprovada, o Dia da Vacina será comemorado em 19 de janeiro.

Situação de Emergência
Santa Maria teve seu Decreto de Situação de Emergência reconhecido pelo Governo Federal. A portaria nº 176 foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21). Com o reconhecimento, o Município passa a ter acesso a uma série de benefícios relativos à ajuda humanitária por meio de recursos estaduais e federais no auxílio ao combate à seca.

Além disso, é possível a adequação em dotações orçamentárias nas contratações de serviços terceirizados para amenização dos efeitos da estiagem, entre outras situações.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo