DestaqueEducação

EDUCAÇÃO. Após os chineses, UFSM assina um acordo com universidade de outra nação asiática

Instituição acerta cooperação com a Chandigarth University, do norte da Índia

Da Agência de Notícias da UFSM / Com foto de Reprodução

Nos últimos anos, a UFSM tem desenvolvido um conjunto de ações arrojadas e estratégicas para aumentar a visibilidade internacional e as atividades de cooperação e intercâmbio acadêmico. Assim, como parte das ações estratégicas da instituição para aumentar sua visibilidade em países da Ásia, além da China, foi assinado pelo reitor Luciano Schuch na quinta-feira (27) o primeiro acordo de cooperação da UFSM com a Índia, outro país cuja economia é uma das maiores e mais robustas no mundo.

Trata-se de um acordo de cooperação internacional entre a UFSM e a Chandigarh University (localizada no norte da Índia), a qual possui várias áreas de excelência, em especial nos cursos de engenharia, em que é considerada a melhor universidade do país.

Segundo o secretário de Apoio Internacional da UFSM, professor Érico Flores, “essa é uma ação diferenciada e pioneira e que abre novas possibilidades para cooperação e intercâmbio científico e acadêmico com universidades asiáticas e que dará maior visibilidade à UFSM”.

Além da ampliação e do fortalecimento das relações internacionais por meio de acordos bilateriais ou com redes internacionais na América Latina, América do Norte, África e Europa (como, por exemplo, a Associação de Universidades Grupo Montevidéu, entre outras), a Secretaria de Apoio Internacional (SAI) da UFSM tem direcionado parte de suas atividades para países de grande relevância internacional mas com os quais, ainda, não possuía acordos formais.

Esses acordos são importantes, pois possibilitam várias ações com a segurança e confiabilidade necessárias para a cooperação com universidades estrangeiras.

Entretanto, até poucos anos atrás, a UFSM não possuía acordos formais com universidades asiáticas. Sob esse aspecto, desde 2020 a instituição conseguiu diversos acordos de cooperação pioneiros que permitiram diversas possibilidades com universidades chinesas importantes para os estudantes e pesquisadores da UFSM, além da cooperação acadêmica, tais como o oferecimento de cursos de Chinês, Cultura Chinesa e até de Medicina Tradicional Chinesa, que foram ministrados gratuitamente e de maneira inédita no Brasil.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo