Câmara de VereadoresDestaque

CÂMARA. Bolinha quer criar locais para cães socializarem em praças e parques públicos

Proposta foi apresentada no Parlamento na forma de Projeto de Lei

“Quando se ouve falar em lazer e recreação entre humanos e cães, não se imagina a dimensão que esse assunto pode abordar, e como podem influenciar na qualidade de vida dos humanos”, diz Adelar Vargas – Bolinha. Foto Yorhan Rodrigues / Câmara

Por Maiquel Rosauro

O vereador Adelar Vargas – Bolinha (MDB) protocolou um projeto de lei que visa criar locais para os cães socializarem em praças e parques públicos de Santa Maria que forem construídos ou sofrerem reformas. Mas nem todos os pets serão bem-vindos.

A iniciativa determina que mordedores viciosos, perigosos, no período do cio, portadores de moléstias infectocontagiosas e desacompanhados de seus donos não poderão usar o espaço para socialização.

“Quando se ouve falar em lazer e recreação entre humanos e cães, não se imagina a dimensão que esse assunto pode abordar, e como podem influenciar na qualidade de vida dos humanos. A proposta deste Projeto de Lei , além de proporcionar lazer, saúde e qualidade de vida dos humanos, também irá beneficiar os animais (cães), uma vez que, os exercícios diários são importantes para a saúde dos cachorros, sendo um dos fatores de grande influência sobre a expectativa de vida do animal. Resultados positivos que deixam seus tutores felizes, pois a prevenção é a melhor forma de evitar doenças e consequentemente futuras despesas veterinárias”, diz Bolinha na Justificativa.

Conforme a iniciativa, as dimensões e o material que constituirão o espaço serão determinados pelo Poder Executivo, de acordo com as dimensões das praças e parques a ser construídos ou sofrendo reformas. O projeto também determina que os donos deverão manter os locais limpos de dejetos orgânicos e inorgânicos, e responderão solidariamente por todo e qualquer ato do cão.

“Os espaços para cães nada mais é que uma contribuição na melhoria da qualidade de vida dos habitantes. É perceptível que os espaços já criados e destinados para cães estão atendendo os interesses da população, visando uma melhor qualidade de vida para todos os seus habitantes”, justifica Bolinha.

Para que se torne lei, o projeto precisa ser aprovado na Câmara e sancionado pelo prefeito.

Confira o projeto na íntegra.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. SM não tem nenhum problema para resolver, vamos perder tempo e gastar recursos com as fantasias dos edis. É um festival. ‘mordedores viciosos, perigosos, no período do cio, portadores de moléstias infectocontagiosas e desacompanhados de seus donos ‘ Quem fiscaliza isto?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo