DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. Deputado estadual Gabriel Souza é escolhido pré-candidato do MDB ao Palácio Piratini

Parlamentar recebeu 57 votos favoráveis e apenas dois contrários

Cerca de 800 correligionários de todas as regiões do Estado marcaram presença na reunião aberta do Diretório Estadual do MDB, na manhã de domingo (27), em Porto Alegre. Foto Divulgação

Por Assessoria de imprensa do MDB/RS

“Algo inacreditável está acontecendo aqui hoje. Entrei para esse partido com 15 anos de idade. Não sou filho de políticos famosos e nem tenho sobrenome de grife, eu sou Souza, como metade da população gaúcha”.

Essas foram as primeiras palavras do deputado Gabriel Souza como pré-candidato do MDB a governador do Rio Grande do Sul. Com a voz embargada e apesar de apenas 38 anos de idade, ele falou sobre a sua trajetória de 23 anos de militância.

“Todos nós que estamos aqui hoje temos história. E eu respeito a história de todos. Ninguém é mais emedebista do que o outro, somos uma grande família”, discursou o pré-candidato com o auditório da AIAMU lotado e na presença dos pais Danton e Cleci, da esposa Talise e da filha, Dora. Cerca de 800 correligionários de todas as regiões do RS marcaram presença na reunião aberta do Diretório Estadual, realizada em Porto Alegre na manhã deste domingo (27).

Gabriel foi escolhido como o representante do MDB para disputar o comando do Palácio Piratini por 57 votos favoráveis e dois contrários (80,2% do total). Antes da escolha do nome do pré-candidato, o Diretório Estadual votou também a moção encaminhada por um grupo de filiados que pedia que a decisão fosse avalizada por um colégio eleitoral ampliado. A moção recebeu 56 votos contrários e 3 favoráveis, o que valida a escolha de Gabriel e a imediata definição da sigla no quadro eleitoral do RS.

Antes de iniciar oficialmente a votação – que transcorreu até às 11h30 da manhã deste domingo, Fábio Branco, presidente do MDB-RS, abriu o prazo de 10 minutos para receber alguma nova eventual inscrição, o que não ocorreu.

Ainda em fevereiro, a direção do MDB gaúcho chegou a publicar edital de convocação para a realização de prévias, ocasião em que também não houve registro de inscrição.

O novo prazo de inscrição para pré-candiduras, aberto após a reunião da comissão executiva do dia 18 de março, se encerrou às 9h da manhã do dia 24 de março, quando a direção partiudária recebeu como único registro o pedido do deputado Gabriel Souza.

Compromisso com a história e o RS
Ao encerrar o seu discurso no final da manhã deste domingo, Gabriel Souza reafirmou o seu compromisso com a história e o projeto do partido. “Posso ser de outra geração, mas carrego os mesmos valores e princípios daqueles que desbravaram os caminhos e fizeram do MDB o maior partido do Rio Grande do Sul”. E para finalizar, arrematou: “Quero fazer jus a essa confiança e dar orgulho a cada integrante da família emedebista”.

Unidade pelo Rio Grande
Um dos pontos altos da reunião do Diretório Estadual foi a participação do ex-governador José Ivo Sartori. Ele chegou para votar por volta das 10h30 da manhã e após se dirigiu para o auditório onde foi ovacionado pela base partidária.

Bem humorado, Sartori conversou com os correligionários e discursou a favor da união do MDB em prol de um projeto maior para o Estado. “Vamos trabalhar para que a unidade se estabeleça, pois o Rio Grande precisa de todos nós”, declarou Sartori.

Através de uma mensagem em vídeo, o presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi, também enviou o seu recado de entusiasmo e conciliação aos emedebistas gaúchos. Falou sobre as conquistas e tradição da legenda no Rio Grande e de sua ampla representatividade na Câmara dos Deputados, assembleias legislativas, prefeituras e câmaras de vereadores.

“Vamos apresentar um projeto de desenvolvimento para o Estado. Tenho certeza de que unido o MDB vai sair vitorioso em outubro”, declarou Baleia.

Perfil Gabriel Souza
Mestre em Direito, pós-graduado em Gestão Pública e médico veterinário, Gabriel Souza, 38 anos, reside em Tramandaí, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Nas eleições de 2018, recebeu 52.953 votos, para o seu segundo mandato na Assembleia gaúcha, sendo o mais votado do MDB. Ainda no primeiro mandato, entre junho de 2016 e dezembro de 2018, foi o líder do Governo Sartori – um dos mais jovens até hoje a assumir o cargo. Em 2021, presidiu a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Com uma vida partidária ativa desde a adolescência, foi líder estudantil, presidente da juventude do MDB/RS, presidente da juventude nacional da sigla e integrante do Conselho Nacional da Juventude. Também foi secretário de Planejamento de Tramandaí. Atualmente é o primeiro-secretário da Executiva Nacional do MDB e membro do conselho curador da Fundação Ulysses Guimarães (FUG).

Presenças
A reunião do Diretório Estadual, presidida por Fábio Branco, contou com a presença do ex-governador José Ivo Sartori, do ex-vice-governador José Paulo Cairoli, dos deputados federais Giovani Feltes e Márcio Biolchi, dos deputados estaduais Beto Fantinel, Carlos Búrigo, Clair Kuhn, Gilberto Capoani e Vilmar Zanchin, do secretário de Estado de Logística e Transportes, Juvir Costella, do ex-ministro Eliseu Padilha e do presidente da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), Luiz Fernando Záchia. Também marcaram presença os presidentes da Juventude Nacional, vereador Norton Soares; do MDB Diversidade-RS, Aiesa Pedroso; do MDB Afro, Clóvis André da Silva; do MDB Cultura, Deodoro Gomes; da Associação de Prefeitos e Vices, Gustavo Stolte, e a 2ª vice-presidente do MDB Mulher-RS, Márcia Scherer.

Coletiva de imprensa
Após a reunião do Diretório Estadual, o presidente do MDB-RS Fábio Branco, ao lado de Gabriel Souza e outras lideranças do partido, concedeu entrevista coletiva à imprensa gaúcha.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo