DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. A calorosa recepção à irmã Lourdes Dill, Rudys em Natal e a denúncia contra Pacheco

Religiosa chegou ao município de Barra do Corda na última terça-feira (3)

Bispo da Diocese de Grajaú, Dom Rubival Cabral Britto, recebeu a irmã Lourdes Dill de braços abertos. Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

A irmã Lourdes Dill recebeu uma calorosa acolhida do bispo da Diocese de Grajaú, Dom Rubival Cabral Britto. A religiosa, que por 35 anos trabalhou em Santa Maria, atua desde terça-feira (3) no município de Barra do Corda, no Maranhão.

“Dom Rubival, que é natural da Bahia, fez uma acolhida muito carinhosa. Já participei de várias atividades nesta primeira semana”, relata a irmã.

Natal
Quem também está no Nordeste é o vereador Rudinei Rodrigues – Rudys (MDB). Ele participa do 4º Encontro Nacional da Rede Gay do Brasil, em Natal, no Rio Grande do Norte. O parlamentar inicia o retorno para Santa Maria na quarta-feira (11).

Denúncia
A denúncia protocolada pelo ativista digital Luiz Henrique Oliveira – Barbudinho contra o vereador Pablo Pacheco (PP) deverá ter um novo capítulo neste início de semana. A previsão é de que a Procuradoria Jurídica do Parlamento divulgue nesta segunda-feira (9) novo parecer orientando os trâmites do processo na Casa.

Na semana anterior, a Procuradoria havia sugerido o arquivamento, uma vez que faltavam documentos que comprovassem a condição de eleitor de Barbudinho. Como a acusação foi novamente protocolada, um novo parecer é necessário.

A denúncia aponta que a campanha de Pacheco ao Legislativo teria supostamente recebido R$ 2,4 mil provenientes do Auxílio Emergencial. A doadora foi a então coordenadora de campanha, que no início do mandato tornou-se assessora do gabinete do vereador.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo