DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Legislativo quer acesso a documentos da ação que gerou buscas da Polícia Federal na Casa

Mesa Diretora aguarda a documentação para definir o destino de servidora

Sede do Parlamento santa-mariense foi alvo de mandado de busca e apreensão da Polícia Federal, na sexta-feira (24) (Foto Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A Câmara de Vereadores de Santa Maria comunicou nesta segunda-feira (27) que solicitará acesso aos documentos judiciais que envolvem a servidora da Casa que foi alvo de busca e apreensão, pela Polícia Federal, na sexta-feira (24). A decisão foi tomada em reunião extraordinária da Mesa Diretora.

Conforme nota divulgada pelo Parlamento, a terceira desde que o fato ocorreu, a direção da Casa aguardará decisão da Justiça para, então, decidir qual procedimento adotar em relação à servidora.

“O Parlamento reitera compromisso com o irrestrito cumprimento da legislação, com a ética e transparência, bem como, reforça que a ação da Polícia Federal não possui relação com as atividades parlamentares”, diz trecho do comunicado.

Na sexta, agentes da Polícia Federal estiveram na Câmara e apreenderam aparelho de mídia digital da servidora (AQUI), que passará por perícia.

A investigação iniciou em 2020, após a representação de um partido político sobre perfis falsos estariam realizando postagens em redes sociais com notícias falsas e difamatórias sobre um candidato a prefeito.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Eleitoral de Santa Maria e as buscas teriam ocorrido em dois locais da cidade. O nome do partido e do candidato não foi divulgado.

A servidora, conforme nota divulgada pelo Parlamento no sábado (26) (AQUI), faz parte dos cargos comissionados da Mesa Diretora e está lotada na Secretaria de Gestão e Administração.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo