DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES 2022. União Brasil terá R$ 782 milhões do fundo eleitoral. Seguem-se o PT, MDB, PSD e PP

Cinco maiores partidos concentram quase metade do total disponível às siglas

Partidos receberão R$ 4,9 bilhões para usarem na campanha dos seus candidatos em outubro (Foto Nelson Júnior/Divulgação/TSE)

Reproduzido do portal especializado Congresso em Foco

O União Brasil – partido resultado da fusão do DEM e o PSL – ficou com R$ 782 milhões do Fundo Eleitoral neste ano. Para esta eleição, os partidos receberão R$ 4,9 bilhões para usarem na campanha dos seus candidatos. O valor repassado aos partidos é o maior da história desde que o fundo foi criado em 2007. Os recursos destinados (ver tabela abaixo) a cada uma legenda foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na quarta-feira (15).

Após o União Brasil, o partido que mais deve receber recursos é o PT, com R$ 503 milhões. Em seguida, o MDB, com R$ 363 milhões, e o PSD, com R$ 349 milhões. O Progressistas ficou com R$ 344 milhões. Esses partidos abocanharam quase 50% do fundo, mas os valores só poderão ser gastos depois que forem definidos critérios de aplicação.

“Esses critérios devem ser aprovados pela maioria absoluta dos membros do órgão de direção executiva nacional e precisam ser divulgados publicamente”, disse o TSE. O critério para recebimento dos recursos envolve questões como a representação de cada partido no Congresso, votos obtidos na última eleição e proporção dos partidos em sua bancada no Senado. O Novo abriu mão dos recursos do Fundo Eleitoral.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Confira os recursos, por partido:

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo