DestaqueEconomia

CIDADE. Inicia a mobilização de grupos voluntários de Economia Solidária para a 28ª edição da Feicoop

É a contagem regressiva para o maior evento deste setor na America Latina

Reunião plenária no sábado aconteceu no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter (Foto Maiquel Rosauro)

Por Maiquel Rosauro / Da Assessoria de Imprensa dos eventos da Economia Solidária

Os grupos de Economia Solidária e da Agricultura Familiar que atuam de forma voluntária na 28ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) já iniciaram a mobilização para o evento, que ocorrerá entre os dias 15 e 17 de julho, em Santa Maria. No início da tarde deste sábado (2), no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, foi realizada reunião plenária para que todos ficassem a par dos preparativos.

Há o consenso de que a feira será desafiadora. É a primeira edição sem a presença da irmã Lourdes Dill, que durante três décadas esteve à frente do Projeto Esperança/Cooesperança, braço da Arquidiocese de Santa Maria e promotor do evento. Em maio, ela foi transferida para Barra do Corda, no Maranhão. Ao mesmo tempo, há o sentimento de que é preciso seguir em frente e manter forte o legado da religiosa.

José Perancone: “nunca deixamos de acolher ninguém, nunca deixamos alguém sem um espaço, por menor que seja” (Foto Maiquel Rosauro)

Em seu pronunciamento na plenária, José Peranconi, o Zeca, novo coordenador do Projeto Esperança/Cooesperança, explicou que a maior parte dos expositores da Feicoop virão de fora de Santa Maria, sendo que já estão confirmados grupos de todo o Rio Grande do Sul, de diversos estados brasileiros e da Argentina. 

“Nós somos anfitriões e o anfitrião sempre dá o melhor lugar para a visita. E isso faz parte da Feicoop. Nunca deixamos de acolher ninguém, nunca deixamos alguém sem um espaço, por menor que seja. Esse é o espírito que a Feicoop transmite”, explicou Zeca.

Na edição deste ano está confirmado o Acampamento do Levante Popular da Juventude, na Escola José Otão. Nas salas de aula da instituição serão realizadas oficinas, enquanto no Parque da Medianeira serão instalados os lonões para os seminários. A programação será divulgada em breve. 

Nos pavilhões do Centro de Referência de Economia Solidária estarão as bancas dos expositores, de diversos segmentos, como artesãos e agricultores. Mais de 500 grupos de Economia Solidária deverão estar representados.

Além do Projeto Esperança/Cooesperança, a Feicoop tem como promotores a Prefeitura Municipal de Santa Maria, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e o Instituto Federal Farroupilha (IFFar).

Curta a fanpage da Feicoop: https://www.facebook.com/feicoop



Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo