DestaqueSanta Maria

CIDADE. Revitalização da fachada do Palacete da SUCV avança para a lateral próxima à Rio Branco

Trabalho inclui limpeza, recuperação de danos no reboco e pintura do prédio

Revitalização da fachada do Palacete da SUCV avança para a lateral próxima à Avenida Rio Branco (Foto Alex Caceres/Prefeitura)

Por Rafael Favero / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

O trabalho de recuperação do edifício João Fontoura Borges, o conhecido “prédio da SUCV”, avançou para o lado da fachada que fica voltado para a Avenida Rio Branco. Não há alteração no trânsito na via, mas o local está sinalizado com cones, impedindo apenas o estacionamento de carros e a passagem de pedestres na calçada próximo à esquina. Nos próximos dias, o serviço vai contemplar também a parede paralela à Rua Venâncio Aires. 

O prédio, no Bairro Centro, passa por revitalização das paredes externas desde fevereiro deste ano. O trabalho precisou ser interrompido em alguns momentos nas últimas semanas em função das chuvas e da umidade. 

Além de consertos no telhado, as paredes estão sendo lavadas, e o reboco restaurado. Depois, o prédio receberá uma nova pintura. A iniciativa segue pelos próximos 60 dias. 

A Prefeitura e os demais condôminos do edifício – que ocupam o andar térreo – contrataram a empresa André Soares Pinturas Prediais e Residenciais para executar o serviço. O Município arca com parte do valor do contrato, cerca de R$ 160 mil.
De acordo com o secretário de Administração e Gestão de Pessoas, Marco Mascarenhas, depois da revitalização externa, a Prefeitura de Santa Maria buscará viabilizar a recuperação das dependências internas. Quando estiver totalmente apto para uso, os andares superiores do prédio da SUCV deverão ser destinados para a Secretaria Municipal de Cultura. 

“A atual gestão da Prefeitura de Santa Maria tem procurado recuperar os patrimônios históricos da cidade. Entre eles, sem dúvida alguma, está o prédio da SUCV, que já abrigou setores da Prefeitura no passado, além de ter uma arquitetura belíssima, admirada por todos. Nosso objetivo é colocá-lo novamente à serviço da comunidade”, afirma o secretário Mascarenhas. 

O prédio foi inaugurado em 1926 com o objetivo de abrir a Sociedade União de Caixeiros Viajantes (SUCV) e carrega essa marca até hoje. A fachada da construção é tombada como patrimônio histórico municipal. A estrutura está inserida no território do Distrito Criativo Centro-Gare, local focado na história ferroviária e na economia criativa de Santa Maria.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo