DestaqueRegião

TRANSPORTE. Reunião debate reativação da rede ferroviária para o transporte de cargas na região

Expectativa é de que trabalho de recuperação das ferrovias inicie em 2023

Possível reativação da rede ferroviária na região foi discutida na Câmara de Vereadores de Jaguari (Foto Divulgação)

Por Prefeitura de São Pedro do Sul

O vice-prefeito de São Pedro do Sul, Vernei Delcul, participou de uma reunião realizada na Câmara de Vereadores do município de Jaguari, na segunda-feira (4), para tratar sobre a reativação da rede ferroviária, no trecho que compreende os municípios de São Pedro do Sul, Jaguari, Santiago, Mata e Dilermando de Aguiar.

Estiveram presentes ao encontro os representantes de cada município além do fiel depositário dos Portos Secos Ferroviários de Uruguaiana e Santana do Livramento, Miguel Angelo Evangelista Jorge, da empresa Rumo e o conselheiro da Famurs, Carlos Minussi.

Na ocasião foram apresentados estudos sobre a viabilidade da retomada do transporte ferroviário de cargas na região. Os municípios participantes são favoráveis a reativação e a expectativa é de que o trabalho de recuperação nas ferrovias comece no ano de 2023.

Também foi sugerido, durante a reunião, a criação de uma rota para passeios turísticos nas ferrovias das cidades participantes.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo