Os turcos sao os nossos vizinhos

Hannover – 17h02 – Nao sei quantos, mas há alguns milhoes de turcos (nao libaneses, nem palestinos, mas turcos mesmo) vivendo em território germânico. No início, há duas ou três décadas, eram bem-vindos. Mais que isso, eram chamados. Cumpriam tarefas que os alemaes nao gostavam.
      Com o desemprego crescente e o envelhecimento da populacao local, comecou o problema. E, hoje, embora eles ainda tentem vir, sao, sempre que possível, barrados. Viraram personas non gratas. Mas é tarde. Eles estao aqui, trabalhando, com cidadania germânica e presentes em todos os setores da economia.
      No centro de Hannover, por exemplo, sao facilmente notados. E aqui, na regiao em que estamos hospedados, proximidades da Goethe Platz (Praca Goethe), simplesmente dominam o comércio, seja do pequeno varejo ou, especialmente, na área de alimentacao. Sobram bares e restaurantes turcos por aqui. Eles sao simpáticos, atendem muito bem e, simplesmente, tornaram-se onipresentes na paisagem.
      Dou um exemplo prático: em menos de 100 metros, há pelo menos cinco cybers – que oferecem cabinas telefônicas e acesso à internet, além de outros produtos, como café, refrigerantes, balas e bombons e comidas em geral. Inclusive este, no qual estou postando essas notas para a minha página. Pois bem, toooodos os estabelecimentos sao turcos.
      Querendo ou nao, os alemaes têm que conviver com a realidade. De minha parte, já adianto: gostei muito dos turcos com quem tratei aqui. Sao absolutamente gentis e atenciosos. E cobram barato, o que é ainda melhor.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *