Arquivo

Vendas. Apartamento de R$ 470 mil. E sabonete de R$ 0,25. Extremos de uma Feisma vitoriosa

Números ainda extra-oficiais indicam que pelo menos 108 mil pessoas passaram pelo portão de entrada do Centro Desportivo Municipal, ao longo dos nove dias de duração da Feisma, a Multifeira de Santa Maria. O fato é considerado uma vitória, na medida em que nos dois domingos, dias tradicionalmente de público numeroso, a chuva resolveu castigar a cidade.

Ainda assim, e independente do público, a maioria dos que visitaram a feira a consideraram, no mínimo, bonita. E foi mesmo. Com cuidados extremos aos detalhes, e a presença de significativos expositores, em número e qualidade, a Feisma deu um salto para a frente. Como tem acontecido, aliás, sucessivamente nos últimos anos.

E, neste 2006, ainda há um fato significativo: foram feitos bons negócios. O maior deles a venda de um apartamento de cerca de R$ 470 mil. E, como curiosidade, a menor das vendas, segundo a assessoria da feira, reproduzida pelo jornal A Razão: um sabonete comercializado a R$ 0,25.

A propósito do evento que terminou na noite deste domingo, e cujo resultado final deve ser divulgado nos próximos dias, leia a reportagem que o jornal publica nesta segunda-feira:

”Temina a mais bonita das Feismas
O item mais caro vendido na feira foi um apartamento de R$ 470.000. O mais barato foi um sabonete de R$ 0,25

Mesmo com a forte chuva deste domingo, um grande público prestigiou o último dia da Feisma 2006. Nem mesmo o Gre-nal afastou populares dos pavilhões montados do Centro Desportivo Municipal. Uma empresa de tv ã cabo exibiu o jogo na íntegra, fazendo que um grande número de pessoas vibrassem com seu time, nesta que esta sendo considerada a mais bonita das feiras.

É uma unânimidade que o projeto paisagista deixou mais atraente a apresentação dos produtos e empresas santa-marienses que foram a Feisma 2006. A valorização da história de Santa Maria através de fotos e documentários apresentados também vieram a acrescentar uma nova postura da organização em valorizar as pessoas, os lugares e acontecimentos da cidade. E esta estratégia também foi usada também para escolha dos músicos locais que se apresentaram nos cinco palcos do evento.

Quanto a possibilidade de apresentação em 2007 de artistas nacionalmente consagrados, a Cacism informa que esta possibilidade é remota. A Feisma manterá este formato “mais família” até a conclusão do Centro de Eventos, quando terá uma infra-estrutura mais adequada para receber grandes públicos.

Outra novidade desta festa foi a escolha do nome do mascote do evento por votação de frequentadores e populares. Com 1749 votos, o público escolheu…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br, ou na versão impressa, nas bancas nas primeiras horas desta segunda-feira.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo