Arquivo

E depois?! Se a eleição presidencial fosse hoje, Serra lideraria. Claro, se o PSDB deixasse

Dê uma lida no que escreve o analista Josias de Souza, da Folha de São Paulo, sobre a pesquisa do Datafolha que apurou, além da popularidade de Lula (leia nota imediatamente anterior), também as possibilidades de eleição do sucessor do atual Presidente. Lá no final, o meu comentário. Confira:

 

“Datafolha: Serra ainda lidera disputa presidencial

 

Em todos os cenários que incluem o seu nome, o governador tucano de São Paulo, José Serra, lidera a pesquisa feira pelo Datafolha para aferir a intenção de voto dos brasileiros. Dependendo do cenário, oscila entre 36% e 38%. O PT, seja qual for o “poste” escolhido para representá-lo, amarga sempre a quarta colocação.

 

A sondagem demonstra que o candidato mais competitivo do consórcio governista é Ciro Gomes (PPS). Contra Serra, crava 20%. Quanto Serra é substituído na cédula pelo colega tucano de Minas, Aécio Neves, Ciro passa à liderança, numa faixa que oscila de 28% a 32%, conforme o cenário.

 

Entre os “postes” do PT, o mais bem-posto é Marta Suplicy. Alcança 11%. A ministra Dilma Rousseff, até o momento o único “poste” a ser beneficiado por Lula com a versão eleitoral do Luz para (quase) Todos, crava na pesquisa a irrisórios de 3%.

 

Os pesquisadores do Datafolha foram às ruas de todo país entre os dias 25 e 27 de março. Ouviram 4.044 pessoas. Vão abaixo os dados mais importantes de três dos principais cenários pesquisados. No primeiro, o PT é representado por mãe Dilma. No segundo, o representante do partido de Lula é o ministro Patrus ‘Bolsa Família’ Ananias. No outro, a candidata do petismo é a ministra Marta Suplicy (Turismo). 

 

O cenário 1:

 

Serra: 38%

Ciro: 20%

Heloisa Helena: 14%

Dilma: 3%

 

O cenário 2

 

Serra: 38%

Ciro: 21%

Patrus: 1%

 

O cenário 3

 

Ciro: 28%

HH: 17%

Aécio: 14%

Marta: 11%

 

O diretor-presidente do Datafolha, Mauro Paulino, enxerga o cenário da disputa presidencial como um quadro mutável. Menciona pelo menos um protagonista capaz de produzir alterações na cena: “O ator principal, que é o Lula, ainda não entrou no jogo. A partir do momento em que ele defender um nome do PT, esse tabuleiro tende a mudar.” De acordo com os dados levantados pelo Datafolha, o governo Lula é aprovado por 55% dos brasileiros.”

 

COMENTÁRIO CLAUDEMIRIANO: pesquisa é o retrato do momento, como diz o clichê sempre recorrente nessas horas. Talvez seja por isso que não dá para garantir, por exemplo, que José Serra esteja com certeza no pleito de 2010. Inclusive porque, quatro anos antes, também era ele o tucano melhor colocado nas pesquisas – mas o partido barrou-lhe o caminho e deu a vaga de candidato a Geraldo Alckmin, que levou aquela sova de todos conhecida. Quem garante, assim, que o atual governador paulista será mesmo o candidato tucano na sucessão de Lula? Perguntem para o Aécio Neves o que ele acha, e note os movimentos do governador mineiro, para saber que não dá pra garantir nada.

 

De outro lado, o PT. Ou as forças do governo. Parece óbvio que, no momento da campanha (não agora, quando apenas meia dúzia, ou pouco mais, de midiatas se interessa pelo tema), Lula impulsionará um “poste” (como diz Josias) ou até mais que isso, no mínimo ao segundo turno. Que é quando, enfim, tudo se decidirá. De resto, faltando dois anos e meio para o pleito, a campanha já começou, ah, se começou. Afora os movimentos de bastidores, que só os iniciados talvez notem, basta ouvir os discursos presidenciais., para confirmar.

 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira aqui, se desejar, outras notas publicadas pelo jornalista Josias de Souza, da Folha de São Paulo.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo