Arquivo

Paulo Mendes. Bruno Lima Rocha e os (grandes) riscos, para Yeda, com o novo comandante da BM

 “…Se Paulo Roberto brilha e fala pelos quatro rincões do Rio Grande, o faz através das rádios AMs. Assume sua posição de homem espetáculo e enquanto distribui ordens de reprimir, aparece e se torna interlocutor na mídia estadual. Como fez para aumentar o nível operacional com o mesmo efetivo e pouco recurso? Simples. Aumenta o nível de violência e diminui o grau de “confiabilidade nas negociações”. Mendes deixa a imagem de duro e inquebrantável, levando o medo ao protesto social, aumentando o fator risco e deixando a militância de vários matizes de cabelo em pé.

 

Pode ser uma faca com fio duplo e cortando sem controle, e creio que é. Um governo mergulhado em denúncias de corrupção e com suspeição generalizada não pode se dar ao luxo de reprimir o protesto social e político. Nem ao menos normatizar as suas formas. Quando a governadora coloca o coronel Mendes como número 01 de uma instituição que ainda é muito respeitada, até agrada o pensamento conservador do Rio Grande, mas se arrisca muito. Ganha elogios da mídia estadual, mas deixa o flanco aberto. Larga nas ruas e campos o Mendes como “boi de piranha”, deixando a todos mais ou menos de esquerda indignados…”

 

 

O parágrafo acima é parte do artigo “Paulo Roberto Mendes sob os holofotes da crise de governo”, do jornalista e cientista político Bruno Lima Rocha, colaborador semanal deste site, onde faz reflexões sobre a mídia, entre outros temas. Para ler a íntegra, basta ir ao lado, na caixa de Artigos. Ele foi postado nesta segunda-feira. Confira!

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo