Arquivo

Sonhar pode. Deputados federais querem votar. Assim como este editor adoraria beijar a Gisele

Daqui a pouco, os deputados federais, através de suas lideranças, vão discutir o que poderão votar antes do recesso de inverno, que começa dia 18. E também pretendem antecipar os temas que serão apreciados em plenário nas (poucas) sessões deliberativas marcadas para o segundo semestre, antes das eleições.

 

Louve-se a boa vontade dos parlamentares. Sonhar nunca é proibido. O editor deste (nem sempre) humilde sítio de internet também adoraria dar um beijo na Gisele Bündchen. Quer dizer, delirar sempre é possível. A propósito das intenções dos deputados federais, confira reportagem distribuída pela Agência Câmara de Notícias, assinada por Geórgia Moraes, da Rádio Câmara. A seguir:

 

“Líderes tentam na terça acordo sobre votações do Plenário

 

Os líderes partidários se reúnem nesta terça-feira (8) para tentar um acordo relativo às matérias que poderão ser votadas nas semanas que antecedem o recesso parlamentar e no esforço concentrado do segundo semestre. Por conta das eleições municipais de outubro, haverá votações em plenário nas três últimas semanas de agosto e na primeira semana de setembro.

A base governista já apresentou sua lista de prioridades, que inclui, entre outras propostas, a reforma tributária (PECs 233/08, 31/07 e 45/07), a mudança no rito de tramitação das medidas provisórias (PEC 511/06), o projeto que reserva metade das vagas nas universidades federais para alunos de escolas públicas (PL 73/99) e o projeto que aumenta para seis meses a licença-maternidade (PL 2513/07).

Matéria polêmicas
As matérias, no entanto, são polêmicas e ainda precisam ser negociadas com a oposição. O líder do PSDB, deputado José Aníbal (SP), afirmou que os partidos de oposição estão dispostos a buscar o acordo e apresentarão sua própria lista de prioridades. O líder tucano afirmou, no entanto, que há ressalvas em relação às matérias propostas pela base governista. “Temos questionamentos fortes a respeito da PEC das MPs. Dois pontos pioram o rito atual”, ressaltou.

O líder do PT, deputado Maurício Rands (PE), espera que, mesmo sem acordo sobre o mérito das propostas, possa haver um entendimento para que não haja obstrução e a Câmara avance na votação das matérias prioritárias.

A reunião será realizada às 10 horas, no gabinete da Presidência.”


 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira aqui, se desejar, também outras reportagens produzidas e distribuídas pela Agência Câmara de Notícias.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo