EconomiaSanta Maria

NATAL GORDO. Pelo menos R$ 60 milhões serão injetados na economia santa-mariense

Não sei se o valor é exatamente o que propõe o título desta nota. Talvez, ou até possivelmente, seja maior. O fato é que, preocupados com a marolinha, muitos santa-marienses pouparam ou pagaram dívidas, evitando o consumo exagerado – no ano passado. Problema que, aparentemente, não existe agora.

Assim, e supondo uma população ativa mínima de 60 mil santa-mariense, e um salário médio (que pode ser maior) de R$ 1 mil, chegamos aos R$ 60 milhões em pagamento de 13°, a partir do final de novembro. Para onde vai esse dinheiro? Diferente do ano passado, o consumo pode ser o destino da maior parte, ao lado da quitação das dívidas passadas, limpando o crédito para fazer novas. É assim. Ou não?

Ah, o número nacional, claro, é significativamente maior, da mesma forma como a aposta no que significarão para a economia nacional. Dê uma conferida, a propósito, em reportagem publicada n’O Estado de São Paulo, com texto de Márcia De Chiara e Marcelo Rehder. A seguir:

Economia terá R$ 140 bi para o Natal

Valor é 20% superior ao de 2008 e refere-se ao pagamento do 13º salário e maior oferta de crédito no mercado

O comércio se prepara para um Natal gordo depois de passada a crise. Pelo menos R$ 140 bilhões, quase 20% a mais que no ano passado, deverão ser despejados na economia até dezembro com o pagamento do 13º salário e a maior oferta de crédito ao consumidor. De olho nessa bolada, as lojas já ampliaram em até 20% as encomendas de eletrodomésticos, eletrônicos e itens de informática.

Para atender a demanda crescente, as indústrias da Zona Franca Manaus (AM), o principal polo de produção de bens duráveis do País, vão contratar cerca de 3 mil trabalhadores temporários neste fim de ano. “No ano passado, não tivemos contratações de temporários para o Natal, mas 7 mil demissões de trabalhadores efetivos nesta época”, afirma o presidente do Centro das Indústrias do Estados do Amazonas, Maurício Loureiro.

Com a crise de crédito que estourou em setembro, o cenário no fim do ano passado era exatamente o inverso do atual, com demissões na indústria e reduções nas encomendas do varejo, lembra Loureiro…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo