CongressoInternet

AI, AI, AI, AI, AI! Anatel prepara novas regras para a internet. Agora levei medo!

Emilia Ribeiro: consumidor hoje não tem como exigir velocidade
Emilia Ribeiro: consumidor hoje não tem como exigir velocidade

Tem muita gente que gosta da Anatel. Dizem, até, que só ela consegue resolver imbróglios envolvendo os consumidores e as operadoras de telefonia. Não duvido. Pode até ser. Mas minha experiência com a agência reguladora é funesta em relação às operadoras de TV por assinatura. Ela simplesmente se acocora e se micha para as empresas – tanto que até agora a cobrança do ponto extra (um absurdo) permanece.

Por isso, e só por isso, desconfio muito quando fico sabendo que novas regras para a internet (um meio anarquicamente organizado, vamos dizer assim) estão sendo preparadas pela Anatel. Poois é. Mais detalhes no material publicado pel’O Estado de São Paulo. O texto é de Gerusa Marques, com foto de Fabio Rodrigues Pozzebom, da Agência Brasil. A seguir:

Internet terá novas regras em 2010

A partir do próximo ano, as empresas provedoras de acesso à internet, incluindo as grandes operadoras, como Oi e Telefônica, terão de seguir regras com metas de qualidade na prestação dos serviços. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está preparando um novo regulamento para o setor, com obrigações para as empresas e uma lista de direitos dos usuários. As novas regras têm também o objetivo de incentivar a competição e a entrada de novas operadoras no setor.

A garantia de entrega da velocidade contratada é um dos principais objetivos da Anatel. As estimativas são de que grande parte dos clientes não tem disponível nem metade da velocidade prometida pelas operadoras. “Hoje, o cliente não tem como exigir a velocidade. Ele quer baixar um filme, mas tem dificuldade, porque a empresa está saturada e não dá a ele o mínimo de garantia de acesso”, disse a conselheira da Anatel Emília Ribeiro, em entrevista à Agência Estado.

Uma das ideias em estudo é estabelecer no contrato uma velocidade máxima e mínima, e a conexão só poderá oscilar dentro desta previsão. A conselheira cita uma experiência do governo do Chile que disponibiliza um programa de computador, que pode ser baixado gratuitamente, para medir a velocidade de conexão na casa ou no escritório do assinante. “Estamos querendo trazer isso para nós”, disse…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo