HistóriaMemóriaPolítica

ANJOS E DEMÔNIOS. Luciano Ribas e o que têm em comum Lula, Bolsa Família, Maradona… Hein? Maradona?

“…. Ibsen Pinheiro foi “anjo” como presidente da Câmara, “demônio” na difamação da Veja e, reposta a verdade, foi feito novamente “criatura angelical”. No Brasil, o Globo de Roberto Marinho, pai da homônima emissora (atualmente tão zelosa com a democracia), saudou o 1º de abril de 64 com um editorial de capa recheado de loas aos golpistas. Yeda Crusius, bem, é Yeda Crusius…

Ainda no terreno dos famosos, Maradona pode ser o exemplo supremo de um ser simultaneamente odiado e amado. O mesmo jogador envolvido com drogas, escândalos e, dizem, com a máfia napolitana, é objeto de culto de uma igreja auto-denominada “maradoniana” que reúne milhares de fiéis. Particularmente, não vejo problemas nisso pois, como em qualquer misticismo, cada um idolatra o que lhe convém e, de mais a mais, sobre Maradona há farta documentação comprovando sua existência.

Voltando ao Bolsa-Família, este é apenas um dos muito resultados positivos obtidos em praticamente todas as áreas nos quase sete anos do governo Lula. Resultados que, numa livre suposição, talvez não existissem se não tivessem acontecido as ações de pessoas como Zé Dirceu e Delúbio Soares, hoje inegavelmente incluídos na categoria “demônios” no imaginário da esmagadora maioria…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo “Anjos e Demônios””, de Luciano Ribas, colaborador semanal deste sítio. Ele foi postado há instantes, na seção “Artigos”. Boa leitura!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo