Claudemir PereiraJornalismo

AOS COMENTARISTAS. Textos ofensivos já foram vetados. E, lamento, não adianta reclamar

(ATUALIZAÇÃO)

Vou republicar abaixo texto acerca de normas (não escritas, mas que estão em pleno vigor) que resolvi implantar, para permitir o amplo, mas democrático e respeitoso, debate entre os leitores. Que, registre-se, para nossa satisfação, conferem uma audiência extraordinária a este sítio. E olha que estou falando, em outubro, para bem mais de 300 mil hits, recorde absoluto na história desta página. Essa circunstância, por sinal, nos confere ainda maior responsabilidade.

Aliás, nesta terça-feira mesmo, vetei (e não tive qualquer contemplação) três comentários absolutamente desrespeitosos para com a ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. O autor abusou, extrapolou. E olha que é alguém de quem eu gosto e que vem muito por aqui, contribuindo bastante. O que ele fez não foi crítica política, mas tentar induzir os leitores a pensar que a virtual candidata à sucessão de Lula foi uma criminosa. Se foi julgada (e nem tenho certeza disso) foi absolvida. Esse tipo de comportamento externado nos comentários não posso aceitar. Vetei. E vetarei sempre – seja quem for o alvo. É possível elevar o nível, sempre.

Dito isto, reproduzo o texto já publicado antes, e que ajuda a entender o que pretendemos (e aplicaremos) aqui:

Caros amigos.

Agradeço a compreensão da maioria (sim, houve os que se queixaram) dos leitores que costumam debater neste sítio. Mas algumas regras implícitas não estavam sendo seguidas, lamentavelmente. Essa a razão desta nota, que publiquei ainda no sábado e que tomo a liberdade de repetir, com a licença de todos:

Antes de mais nada, o (nem sempre) humilde repórter está louco de faceiro com a disposição de os amigos debaterem. Às vezes com alguma agressividade e até alguma aspereza. Tenho procurado, quando me sinto obrigado a vetar algum comentário, fazer contato com o autor. Mas isso, cá entre nós, já não é mais necessário. Todos já sabem as regras (implícitas – ainda não considerei necessário explicitá-las). Sem ofensas pessoais. Crítica política, ok. 

Dito isto, acho que tem gente passando das medidas da civilidade. Cada um releia o que escreveu (e foi liberado) e ponha a mão no bestunto. Cuidado, é só o que peço. Ah, e não vou mais negociar. Quando for ofensivo (na avaliação do editor) ou suscitar dúvida quanto ao problema jurídico, o comentário NÃO SERÁ LIBERADO.

Ah, e outra coisa: a partir de agora, qualquer comentário que vier INTEGRALMENTE EM LETRAS MAIÚSCULAS estará automaticamente vetado. Não é regra do sítio, mas da própria internet. Esse tipo de postura gráfica é OFENSIVO. E não mais será aceito.

E, por favor, continuem a debater idéias. Isso engrandece a todos.

No mais, estou por demais faceiro, repito, com a participação de todos.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. como é uma vergonha a campanha antecipada feita na prefeitura de santa maria ao candidato do prefeito qe é um secretario de municipio .

  2. Bom Claudemir… não sei o conteúdo dos comentários vetados que vc falou, mas cmomo crítica política a Ministra Dilma, é a exagerada antecipação da Campanha dela financiada com o Dinheiro do Povo…. como tem sido criticado por várias lideranças políticas de diversos partidos. Um exemplo é os comentários da ex ministra Marina que circulou na impreensa digital hj:
    “Marina desmascara Dilma”.
    Em viagem aos Estados Unidos nesta segunda-feira, 26, a senadora Marina Silva (PV-AC) classificou as caravanas do presidente Lula com a ministra Dilma Russeff como “atos de campanha”, e pediu equilíbrio na CPI que irá investigar o Movimento dos Sem-Terra (MST). A senadora também rabateu as declarações em que a ministra afirma que as críticas são resultado de preconceito contra o fato de ser mulher. Marina, que realiza encontros com políticos americanos e participa de debates sobre o aquecimento global em Washington, deixou o PT recentemente para tentar se candidatar à Presidência pelo PV. A senadora disse que sua ex-colega de ministério usou a máquina pública para fazer campanha. “Há um incômodo legítimo da sociedade; essa ida ao São Francisco em caravana caracterizou um ato de campanha; os atos falhos falam por si”, disse a senadora e pré-candidata à presidência. “Não tem nada a ver com ser homem ou mulher.” (NOTA DO EDITOR. como você pode verificar, esta crítica tua está publicada. Logo, a outra não é igual a esta, nem sequer semelhante. E, além de tudo, ofensiva, para dizer o mínimo. Quanto a você, especificamente, dê uma olhada na tua caixa de e-mail. Você recebeu correspondência minha acerca de dois comentários – um foi vetado, o outro é negociável)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo